OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de outubro de 2017

Colunistas

Geraldo Câmara Geraldo Câmara
Jornalista, publicitário, escritor e apresentador na TV Mar, Canal 25 da NET.
28/08/2017 às 12:47

Já começou a corrida

Caminho das urnas será difícil por muitos que encontravam facilidades Caminho das urnas será difícil por muitos que encontravam facilidades

De dois em dois anos é a mesma coisa, a mesma luta, a mesma briga, a mesma guerra. Ora para o governo federal e estadual, deputados e senadores, ora para prefeitos e vereadores como será o caso do ano de 2018. 

Por conta da própria lei que manda que hajam desincompatibilizações para os ocupantes de cargos e assim possam se candidatar, aí começam as corridas, os interesses eleitorais, até os oportunismos em negociações as mais variadas. 

Governantes sérios procuram não permitir grandes comprometimentos para que suas administrações permaneçam intactas, o que é difícil, até o último dia de gestão. 

Administradores que já não concorrem à reeleição relutam em ceder a pressões, mas é preciso fazer sucessores e, por mais que não o queiram acabam tendo que convergir para esta ou aquela negociação política que leve à vitória. 

Poucos se preocupam em fazer com que a administração siga sem prejuízo para os projetos em andamento ou para a população. Dentre esses poucos, alguns tem exigido de seu secretariado que nada pare. 

Que tudo prossiga em ritmo acelerado até que o último dia de sua gestão se esgote. E, então, com toda a transparência, o novo governante receba o bastão e encare o seu mandato como simplesmente o dia seguinte.

A dúvida, a grande dúvida que fica para o próximo ano é a esdrúxula reforma política ora em andamento no legislativo. Interesses muitos em jogo e, realmente ninguém sabe nem no que vai dar nem se vai melhorar ou piorar. O jeito é esperar. Só que a disputa já começou.  

DESTACÔMETRO

O destaque da semana vai para essa incrível cantora, Ismair Martins, delicadamente alcunhada de “rainha do chorinho”. Ismair está em período eufórico de sua carreira nas Alagoas.

PÍLULAS DO OUVIDOR

Hoje, 28, segunda-feira, a partir de 17 horas, no Clube de Engenharia de Alagoas, é dia de Teatro da Energia, uma enorme discussão sobre os problemas de energia, sobretudo no estado de Alagoas, com presenças as mais importantes do setor.

O Teatro da Energia que já vai apresentando sua segunda “peça” foi uma brilhante idéia do engenheiro eletricista, Geoberto Espírito Santo, através da sua GES Consultoria e que vem mostrando uma enorme capacidade em projetos.

O grande tema dessa segunda peça do Teatro da Energia será a discussão sobre Fontes Renováveis e Segurança Energética com o público alvo de engenheiros, estudantes e a socieade em geral. Entrada: 1k de alimento não percecível e local, Clube de Engenharia de Alagoas.

Dentre os palestrantes teremos o presidente em exercício do Clube de engenharia, Luiz Carlos Molion, pesquisador da UFAL, Marcelo Gomes da Silva, da Eletronuclear e o próprio Geoberto Espírito Santo.

Acho que, nos debates, deverá surgir a questão da privatização da Eletrobrás, já que é uma das questões no campo energético que tem dado o que falar nos últimos dias, alémn da preocupação dos usuários em relação às futuras taxas.

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), promove, nesta terça-feira (29), a I Mostra de Cinema Alagoano. As produções foram selecionadas pelo Prêmio Diogo Silvestre e abordam diferentes temas.

A Mostra apresentará três filmes ligados a diferentes aspectos da sociedade. As apresentações serão realizadas a partir das 16h, no Museu da Imagem e Som de Alagoas (Misa).

Para quem acha que Maceió é apenas sol e mar, se engana. O segmento de negócios tem crescido e se tornado um dos principais meios para a vinda de turistas ao nosso estado e de movimentação da economia.

Prova disso, é o calendário do Maceió Convention &Visitors Bureau, escritório para captação de eventos profissionais, que contou com 9 eventos no mês de agosto e trouxe mais de cinco mil participantes para a capital alagoana.

O ressurgimento com pompas e circunstâncias da famosa Middô, a discoteca que abalou os anos 70 e 80 em Maceió acontece agora, graças ao casal Maria Tereza e Dinho Lopes (foto). Para festas privadas e abertas com tudo o que a nostalgia permite.

ABRAÇOS IMPRESSOS

Os abraços impressos vão para um doce e interessante navegador, um misto de aventura e de romance, singrando os mares durante anos no seu”Guardian”. João Sombra continuará contando suas sagas em  próximo livro a ser lançado.

Compartilhe isso:

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.