OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 25 de fevereiro de 2020

Colunistas

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
29/10/2017 às 20:09

Com a chegada do verão, rio Mundaú vira atração de lazer para quem tem pouco dinheiro - ou nada

Casal se refresca nas águas do Mundaú Casal se refresca nas águas do Mundaú

O rio Mundaú passou de vilão para uma das melhores alternativas de lazer para boa parte dos moradores de União dos Palmares, nos fins de semana. O local preferido é o velho conhecido Taquari, um bairro afastado do centro, onde não há posto de saúde, nem vida noturna. Durante o dia, nativos se misturam com visitantes e utilizam o melhor espaço da margem do rio, enquanto outros se arriscam em utilizar as pedras do caudaloso Mundaú para curtir sempre a dois.

Uma vegetação nativa em meio ao rio Mudaú, transformou-se numa imensa área vip, onde algumas pessoas quase sempre optam por esse local para beber, namorar e se banhar com as águas frias, às vezes morna, do rio que há pouco menos de 4 meses praticamente desapareceu devido a forte estiagem que matou os peixes e as águas do Mundaú deixaram de escoar.

"Venho aqui todo final de semana. Acho o local aprazível, trago meus filhos, minha bebida e me junto com os meus amigos. Passo sempre uma manhã alegre de muito prazer. Pena que não é um local policiado, tenho visto cenas quentes de casais por ali, por entre o lajeiro", disse Rebeca Martins,20 anos, que mora no bairro Nilton Pereira e pega dois transportes para chegar com a sua turma no banho do Taquari.

Descoberto pelos candomblecistas, o rio Mundaú tem se tornado a cada 12 de outubro no ponto de reverência de Nossa Senhora Aparecida e de Yorubá. Membros do Guesb - Grupo Espiritia Santa Bárbara - e candomblecistas de Várzea Grande, Nova Esperança, Padre Donald e Sagrada Família, homenageiam os espiritos das águas, dos mares, sempre com a celebração de uma missa.

"Que o amor prevaleça entre os povos. Que as pessoas diminuam o preconceito, que se respeitem e se amem. Nós estamos aqui para que o amor brote, a igualdade entre as pessoas aconteça, que haja menos violência, que os homossexuais não sofram", disse Mãe Neide, da última vez em que celebrou Yorubá a margem do rio Mundaú.

Para o historiador Nicácio de Albuquerque, localizado pelo blog, o rio Mundaú deve sim ser preservado. Deve ser cuidado pelas autoridades palmarinas. Lembro que foram rodadas imagens do filme Joana Francesa - com a atriz Jeanne Morreou, essa francesa que colocou nossa cidade na rota da cultura com o cineasta Cacá Diégues esse alagoano. Agora, as autoridaades de saúde, principalmente a epidemiológica deve alertar as pessoas para o cuidado com o aruá, a xistossoma, isso representa uma ameaça", alertou o professor.

Mas o blog descobriu também que a carência em áreas públicas voltada para a balneabilidade, tem sido o grande vilão para quem  procura se divertir. Onde as pessoas corram para banhar-se no rio Mundaú. Claro que lhes faltam tudo, o povo não tem opção de lazer para que o seu domingo seja bem mais alegre.

Garotada se diverte às margens do rio, que há alguns meses estava agonizando com a seca

Comentários

181
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.