OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 11 de dezembro de 2017

Colunistas

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
01/12/2017 às 19:08

Prefeito suspende cobrança de taxa destinada a sindicato de União dos Palmares

Kil de Freitas fez selfie com o baixo clero e queimou o vice-prefeito ZA que não saiu na foto Kil de Freitas fez selfie com o baixo clero e queimou o vice-prefeito ZA que não saiu na foto

Sem alarde, o prefeito Kil de Freitas radicalizou em cima do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de União dos Palmares, ao informar, num breve comunicado, que os servidores filiados terão que confirmar, junto ao RH da prefeitura, o desejo de continuar pagando - ou não, caso contrário :Lei Áurea para todo mundo.

 Kil de Freitas utilizou uma Lei do arco da velha para justificar que sua medida vem recheada de mágoas. Na nota que ele distribuiu nas redes sociais, o prefeito cita que  "COM A VIGÊNCIA DA LEI FEDERAL Nº 13.467/2017, A PREFEITURA MUNICIPAL DE UNIÃO DOS PALAMRES SUSPENDERÁ OS DESCONTOS FEITOS NO SALÁRIO DOS SERVIDORES, A TÍTULO DE CONTRIBUIÇÃO SINDICAL E DESCONTOS MENSAIS DOS SINDICATOS DE TODAS AS CATEGORIA.

OS SERVIDORES QUE TIVEREM INTERESSE NA MANUTENÇÃO DOS DESCONTOS E POSTERIOR ENVIO PARA OS SINDICATOS A QUE ESTÃO FILIADOS, DEVERÃO PROCURAR O SETOR PESSOAL ATÉ O DIA 04 DE DEZEMBRO, COM A AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA PARA O REFERIDO DESCONTO.

UNIÃO DOS PALMARES, AL. 28 DE NOVEMBRO DE 2017.

ARESKI DAMARA DE OMENA FREITAS JUNIOR

PREFEITO

Depois de concender entrevista numa rádio local, o presidente Olivânio Tita disse "não acreditar nessa atitude do prefeito Kil de Freitas que passou a jogar baixo e, providenciou de redigir uma nota de repúdio com a participação de servidores da prefeitura, sindicatos e a CUT, a qual é filiado. Na Nota o presidente contesta a Lei colocada em tese pelo gestor municipal.

NOTA DE REPÚDIO 

A Diretoria do Sindicato REPUDIA e CONTESTA a Nota do Prefeito de União dos Palmares/AL, Areski Freitas, veiculada nas rádios e redes sociais, terça-feira, 28, na qual ele faz graves afirmações, tentando retirar os direitos dos servidores municipais, que é assegurado nos termos da Constituição Federal e Lei Municipal nº 1072/2006, onde espressa o direito a livre associação sindical e que o gestor municipal deve descontar em folha o valor da mensalidade e contribuições definidas em assembleia geral da categoria.                Orientamos aos servidores municipais que não há necessidade de procurar o setor pessoal da prefeitura até o dia 04 de dezembro, pois o referido desconto já é legalmente autorizado mediante requerimento expresso do servidor ao SINTPMUP.   

União dos Palmares/AL, 30 de novembro de 2017.

  A Diretoria SINTPMUP

 O caso vai parar na Justiça Comum para mais um round entre o prefeito Areski Freitas e o sindicato de classe.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.