OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 16 de setembro de 2019

Colunistas

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
16/12/2016 às 08:34

Prefeito pede apoio do MP para combater mau servidor público

Géo Cruz sendo diplomado pelo juiz eleitoral, Alberto Ramos Géo Cruz sendo diplomado pelo juiz eleitoral, Alberto Ramos

Reeleito prefeito de Ibategura, Géo Cruz aproveitou a solenidade de diplomação para pedir parceria com o Ministério Público Estadual, em 2017, para administrar o município. Ele disse que, em 2016, enfrentou uma verdadeira indústria de atestados médicos oriundos dos professores de Ibateguara e, para isso, a carga salarial da categoria duplicou, por que houve necessidade de promover novas contratações.

"Doutor, em 2017 quero contar com o apoio do senhor para rever algumas situações, entre elas a quantidade absurda de atestados médicos dos professores de Ibateguara. Quem não quiser trabalhar, irei demitir, mas não posso mais segurar essa situação, que vem atingindo diretamente o município", disse o prefeito, ao se defender da categoria, que mantém uma relação pouca amistosa com o Chefe do Poder Executivo ibateguarense.

O blog acompanhou a solenidade de Diplomação dos vereadores eleitos em 2016. A solenidade foi presidida pelo juiz eleitoral da 16ª Zona, José Alberto Ramos, e aconteceu no Plenário Vereador Valdeci Vieira. Todas as cadeiras destinadas aos convidados do Poder Legislativo foram ocupadas por parentes dos eleitos, imprensa e curiosos.

Para o promotor Eleitoral Marcus Aurélio Mousinho, "os eleitos terão compromisso em trabalhar pela comunidade e ser corretos em suas ações políticas para que, no final do dia, possam se olhar no espelho e dizer às suas respectivas famílias, que foram bem para as pessoas que necessitam deles e, sobretudo, como a coisa pública. Isso é ética na política. É o que desejo", recomendou o promotor eleitoral de Ibateguara.

LEIA TAMBÉM

Prefeito decreta estado de calamidade pública em União 

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.