OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 18 de setembro de 2018

Colunistas | Arquivo: Março / 2018

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
30/03/2018 às 15:54

Procissão da Via Crúcis celebra sexta-feira da Paixão em União dos Palmares

Cinco da manhã. Um coro de pouco mais de 100 vozes, rompem o silêncio desta sexta-feira da paixão. É a procissão de católicos que seguem a cada estação, reverenciando o périplo seguido por Jesus Cristo a caminho de sua crucificaxão. Em cada parada, palavras de ordem são citadas por católicos ora no combate a violência crescente ou na desigualdade social. O tempo frio e com ameaça de leve chuva, faz alguns dos católicos buscarem abrigo nas marquizes das ruas destinadas para as imagens de Jesus Cristo, carregando a pesada cruz e a de Maria, sua mãe, passarem.

Um dos momentos que chamou a atenção dos devotos de Santa Maria Madalena, padroeira de União dos Palmares, foi o encontro das imagens de Jesus Cristo e sua mãe Maria que aconteceu no prolongamento da rua Juvenal Mendonça, com Abílio Gomes. Fiéis católicos oriundos de centros paroquiais celebrava a data em que Jesus Cristo morreu, cantando louvores.

A ausência de agentes de Trânsito da SMTT - Secretaria Municipal de Transport e Trânsito, de União dos Palmares, levou o padre George sugerir que os fiéis deixem as calçadas e tomem as ruas por que hoje é dia de procissão, da sexta-feira santa, momento de respeitar a igreja e que os carros parem ou desviem sua rota em respeito a procissão. Em seguida, ele ordenou que um membro da igreja católica se posicionasse no meio da rua, já que ele conduzia no ombro, uma cruz, eguido das imagens de Jesus Cristo e de Maria.

O blog digital acompanhou, das 14 estações, 5 delas. Onde as meditações da Via Sacra são baseadas nas tradicionais catorze estações ou etapas em que se apresentam as cenas da Paixão de Cristo a serem meditadas pelos Seus seguidores e devotos, onde Jesus é condenado à morte; Jesus carrega a cruz às costas; Jesus cai pela primeira vez, em momentos distintos de extremo respeito e concentração de fé e espitirualidade dos presentes.

Nas estações registradas pelo blog na procissão da Via Sacra, Jesus é condenado a morte; Jesus carrega a Cruz; Jesus cai pela primeira vez; Jesus encontra sua mãe; Cirineu ajuda Jesus e Verônica limpa a face de Jesus. A procissão teve sequência e acabou na matriz de Santa Maria Madalena, padroeira dos católicos de União dos Palmares.

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
25/03/2018 às 19:19

Ordem do Mérito Cultural será concedida a 32 personalidades brasileiras; Mãe Neide foi contemplada

Criada em 1995 para reconhecer a importância e as contribuições de artistas, grupos e iniciativas para a cultura brasileira, a Ordem do Mérito Cultural será concedida a 32 personalidades e instituições na noite de hoje, em cerimônia no Palácio do Planalto, que contará com a presença do presidente Michel Temer.

A honraria será entregue aos homenageados pelo próprio presidente e pelo ministro da Cultura (MinC), Sérgio Sá Leitão. Neste ano, a premiação privilegiou, segundo o ministro, nomes e iniciativas ligadas à economia criativa e ao empreendedorismo na área cultural.

“A escolha do tema foi justamente para valorizar essa ideia da economia criativa e dos empreendedores culturais e valorizar principalmente a contribuição que o setor dá para a geração de renda, de empregos e para o desenvolvimento do país”, justificou o ministro em entrevista ao Correio.

Neste ano, o ministério optou, pela primeira vez, por não fazer uma homenagem individual, além das concessões da Ordem. No ano passado, a cantora e compositora Dona Ivone Lara, um dos principais nomes do samba no país, recebeu o destaque.

Segundo o ministro, a ideia é justamente reforçar o valor e a importância do prêmio como um todo. “Decidimos, então, no início do processo, não fazer essa homenagem individual e preferimos um reconhecimento geral aos empreendedores culturais do Brasil”, explicou.

Processo de escolha
A seleção se deu em diversas fases. A primeira delas foi a indicação popular. Por meio do site do MinC e das redes sociais, a sociedade civil pôde indicar nomes que mereceriam receber a honraria. Centenas de personalidades foram indicadas e os nomes foram levados, então, para Comissão Técnica da Ordem do Mérito Cultural. A comissão é formada por titulares de diversas secretarias do MinC e decidiu se as personalidades estavam aptas ou não.

Depois disso, os nomes que poderiam ser escolhidos foram encaminhados para o Conselho da Ordem do Mérito Cultural, que é formado pelos pelos ministros da Cultura, das Relações Exteriores, da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O conselho fez a seleção final, com os 32 nomes, e os enviou para que Temer avaliasse. As indicações, segundo o ministro Sérgio Sá Leitão, foram aprovadas integralmente.

Neste ano, o processo e a solenidade custaram cerca de R$ 546 mil reais, quase a metade do custo do ano anterior, que foi de mais de R$ 1 milhão. “Fizemos corte no número de homenageados e reduzimos o custo da cerimônia, neste ano organizada por nós mesmos, sem uma direção artística externa”, disse o ministro.

As honrarias são divididas em três categorias, em ordem de importância: Grã Cruz, Comendador e Cavaleiro.

Símbolo
Para o ministro Sérgio Sá Leitão, a Mãe Neide Oyá D’Oxum representa a ideia principal dos homenageados nesta edição. Ela seria símbolo, mesmo que de maneira menos óbvia, da economia criativa e do empreendedorismo na área cultural. Mãe Neide é uma líder religiosa negra alagoense que teve participação em diversos projetos de inclusão que promovem cultura, educação e saúde no nordeste brasileiro.

“Ela é de União de Palmares, em Alagoas e tem também um restaurante chamado Baobá Raízes e Tradições. Desenvolveu uma culinária de inspiração africana e quilombola. O restaurante fica perto do Parque Memorial Quilombo dos Palmares. Ela tem um componente cultural em relação à tradição, à história, à gastronomia e também ao empreendedorismo”, observa o ministro.  

No evento de hoje, apresentam-se o grupo Galo da Madrugada (também homenageado), a orquestra Soncietà, e o coral Tutti Choir. O mestre de cerimônia será o ator Jorge Pontual (que esteve recentemente na novela e no filme Os dez mandamentos).

Alguns homenageados

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
20/03/2018 às 13:58

Prefeitura de União dos Palmares abandona bandeirões a margem da Br-104

O abandono dos símbolos pátrios existentes em União dos Palmares tem sido a tônica da gestão municipal. O prefeito Kil de Freitas que se encontra em Juazeiro do Norte-CE com mais alguns 'parças' demonstra não ter o menor interesse em resolver a situação ou chamar o feito a ordem.

Vem de Dorinha Cavalcante, secretária municipal de Cultura a omissão de manter viva a referência das bandeiras gigantes em postes de 20 metros capazes de serem vistos de qualquer ponto de União dos Palmares.

Na gestão do ex-prefeito Beto Baia, era clara e nítida o desejo da população em utilizar as redes sociais e emissoras de rádios locais para denunciar que os bandeirões estavam abandonados, missão hercúlea sempre a cargo do professor e historiador, Francisco Viana que se virava nos trinta e recolocava a beleza que há de nossas bandeiras para tremular.

Desnudo, os mastros viraram fato comum sem as bandeiras gigantes do município, do estado e do Brasil. Apelar para quem em casos como esses onde Areski de Freitas não nutre sentimento pátrio pelo que um dia foi visto como belo. Não nem dele nenhumexemplo para essa situação, ao menos preservar a nossa referência de cidadania.

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
04/03/2018 às 15:04

Quando a sentença vier

O prefeito Areski Freitas virou o prefeito da malandragem. Vejamos: ele nomeia a esposa de Jandilson Vasconcelos como titular da SMTT mas quem dita as regras na pasta é o maridão, Jandilson, que por ser funcionário da Detran-AL não pode ser nomeado como tal. A fraude no comando dita regras e muda sem consulta prévia o trânsito da cidade,  tudo isso debaixo da proteção do braço direito da máfia ceciliana chamada por essas bandas de Kil de Freitas.

Na prefeitura, o caminhão da carne, que transporta o boi nosso de cada dia, abatidozinho direto de São José da Laje prá União dos Palmares, pertence a Jorjão, que cobra mais de R$ 5.000,00 reais por mês de locação da prefeitura de União dos Palmares. O caminhão está em nome de um laranjão e o motorista recebe pela secretaria municipal de Agricultura, que por sua vez não recebe salários pelo trabalho tem cinco meses. Ô vida de gado, povo marcado, povo feliz? Feliz! 

Mas a saga da trapaça, do embuste, da enganação, continua a passos largos. A secretária municipal de Educação, a bela moça de rosto afeiçoado e de características da Europa, era no concurso realizado pela prefeitura a 5ª colocada. Da noite para o dia, Kil de Freitas de caneta na mão, pulou dois classificados e convocou quem? D Rimelque Xirli. Que se transformou nessa gestão na mulher mais poderosa da face da terra.

Como assim caminha a humanidade, a lambança não para por aqui. O Mário Gomes, escola de renome local dispõe de 12 salas de aula, mas, apenas 5 funcionam e pelo dia. O Mário Gomes fechou pra balanço no período noturno. Que município é esse que a secretária municipal de Educação é dona de uma escola privada, doutor? Que determina, proibe o acesso de vereadores ao interior de uma unidade de ensino do município, da rede? Não, mil vezes não, ou melhor: setenta mil vezes não!

Quem segura Kil de Freitas no pedaço? Na estripulia administrativa? No mal feito administrativo? Amigo, Jorjão tem duas rendas na prefeitura municipal de União dos Palmares e a esposa, secretária de Educação ganha R$ 20 mil reais. Ela recebe mais de três quatro cinco vezes na mesma fonte. Não pense que a batalha está perdida. Tenha fé em Deus tenha fé na vida, já dizia o cancioneiro Raul Seixas.

Fica o libelo aqui para Dr Yulli Rotter, Drs Carlos Davi, Adilza Inácio, Carmem Lúcia se fartarem e despertarem o sentimento de indignação, de vilipêndio a um município pobre, tomar conta nesse momento como legítimos Guardiões da lei.

Enquanto isso, União segue sem uma creche, caminha sem um matadouro, uma sede do IML, um centro cirúrgico capaz de extrair uma unha sem ter que encaminhar para o HGE. Kil virou um réu esperando acontecer. Tenho dito.(Ivan Nunes)

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.