OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 17 de novembro de 2019

Colunistas | Arquivo: Janeiro / 2019

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
13/01/2019 às 08:57

Abandono das praças públicas frustra moradores; conheça hoje a praça Jorge de Lima

Símbolos do lazer e do convívio público, a praça Jorge de Lima, o 'Príncipe dos Poetasestá abandonada faz tempo e essa realidade se revela, infelizmente, no retrato do abandono e do descaso da prefeitura municipal de União dos Palmares.

A falta de manutenção deixa a praça, situada em bairro nobre com ares de abandono eterno. Nem mesmo o busto do homenageado escapa do tempo, quando vezes sim, vezes não, vândalos pintam os lábios do poeta, autor de Nega Fulô, um dos poemas de maior popularidade no mundo.

Outra realidade que deixa turistas e nativos tristes está no cuidado do logradouro. O beiral da praça quebrado, vegetação nativa destoando da beleza e de maneira inocente avança na calçada, enfeiando a quem busca bater uma foto na praça Jorge de Lima que nos próximos meses ganhará um vizinho importante no setor financeiro, com a instalação da nova agência da Caixa Econômica Federal - Quilombo.

Mas a sujeira, insegurança e degradação ambiental também são destaques na praça Jorge de Lima que utilizou uma das janelas de sua residência na praça Basiliano Sarmento para escrever poesias que revelou num imortal mundo a fora. 

Outro cenário destoante na praça são o conjunto de cabines telefônicas, onde em seu interior não existem mais  os aparelhos - telefones. Sujos e quebrados, dá sinais que a qualquer momento poderá desabar se não forem removidos a tempo em mais um ato de abandono.

Um  turista ouvido pelo blog lamentou o quadro pintado pela prefeitura nos traços do abandono. Ele disse que a culpa está em quem ocupa a função de secretário municipal de Cultura.

Na ótica do visitante, ele que deve cuidar e tratar dos monumentos existentes na cidade bem como praças que levam o nome de figuras conhecidas e que se tornaram importantes, a exemplo do poeta Jorge de Lima, do advogado e escritor, Povina Cavalcante, do promotor de Justiça Costa Rêgo; do ex-prefeito de União dos Palmares e fundador do município, Basiliano Sarmento, bem como do homem que colocou energia na cidade e água canalizada também, o ex-prefeito, Antenor de Mendonça Uchôa. 

O prefeito Kil de Freitas pode fazer a sua mea culpa, sem problema algum, mas quem deveria trabalhar e defender sempre a preservação de tudo isso e da cultura palmarina onde o legado de Zumbi sempre será o caminho para atrair o mundo, é o detentor da função. Lamentável", admoestou.

Patrono da praça que leva seu nome; Jorge de Lima e o seu busto desbotado pelo tempo



Orelhões: além de enfeiar, uma ameaça constante



Vegetação nativa avança



Cabeceira da praça está carcomida em função de se um eterno ponto de lixo doméstico e da feira livre da cidade

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
03/01/2019 às 14:34

Quando a experiência contribui para São José da Laje continuar na frente

Visionário, se não, agiu como tal. Assim foi Rodrigo Valença quando nomeou o ex-prefeito Paulo Roberto de Araújo, Neno, como dirigente de Relações Institucional da prefeitura de São José da Laje. Aos poucos e principalmente aqueles que apostavam em dias de conflitos jamais poderiam pensar minimamente sequer que a proposta era a do engrandecimento total.

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
01/01/2019 às 09:38

União dos Palmares não tem lixão, mas o lixo da no meio da canela

O lixão que se formou no lastro da ponte ex-prefeito Zé Pedrosa continua sendo um desafio para o gestor municipal de União dos Palmares. Tudo foi feito, mas algo precisa ser realizado ainda, sabia? Talvez colocar as ruas transversais do bairro Abolição com as ruas que margeiam o riacho Canabrava na rota do caminhão que faz a coleta do lixo doméstico da cidade ou sed for o caso, filmar as ações dos sujões.

Será que o cabo Miguel Correia seria um bom plantão na área? Não sei, não sei, o caso é mais sério do que a nossa vã filosofia, pois a ponte Zé Pedrosa nos leva e tras da BR-104 até o centro de União dos Palmares ou se preferir até o Fórum de Justiça.

Não podemos ficar inertes a essa realidade que desafia Seinfra, prefeito Kil de Freitas e a beleza do lugar. Pessoal reincidente esse, não? Lembro que na gestão do ex-prefeito Iran Menezes o lixão ficava a margem do riacho até Iran construir a primeira ponte ligando o bairro dos Terrenos com o centro.

Pela milésima vez se reclama: a quem interessa aquele cenário desprezível, atraente aos urubus e a uma porca que remexe pra lá e pra cá o lixo doméstico com o intuito de chamar a nossa atenção e irritar a quem parece não querer se habituar ao patético cenário da imundície. 

Desafio para o prefeito Kil de Freitas para 2019 já que ele em 2018 não conseguiu acabar com um lixão no lastro da ponte que leva o nome do político que o lançou na vida pública. Melancólico, não?

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.