OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 17 de outubro de 2017

Colunistas

Ivan Nunes Ivan Nunes
É jornalista profissional. Há mais de 20 anos escreve sobre os bastidores da política na Zona da Mata alagoana.
22/09/2017 às 06:23

Presidente do TJ/AL, Otávio Leão Praxedes, será homenageado pelo grupo cultural Gente da Gente

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador Otávio Praxedes, será agraciado, nesta sexta (22), com a Comenda Comemorativa do Centenário do Procurador de Justiça Manoel Neo Fonseca. A honraria foi proposta pelo Grupo Cultural Gente da Gente e faz parte da programação de lançamento da Revista Cultural Gente da Gente III

O evento terá início às 19h30, no salão nobre do Hotel Ponta Verde (avenida Álvaro Otacílio, 2933). Além da comenda, serão entregues certificados aos colaboradores da revista e aos três primeiros colocados no concurso literário organizado pela publicação.

Com assessoria

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
21/09/2017 às 23:08

Nota de repúdio da Associação dos Feirantes expõe a relação conflituosa da prefeitura de União dos Palmares com a categoria

Mais uma trapalhada da prefeitura municipal de União dos Palmares provocou pânico entre os feirantes que esta semana foram notificados por um servidor municipal da convocação para uma reunião prevista para acontecer com membros da SMTT, secretarias municipais e que poderia resultar na diminuição de tamanho das bancas dos feirantes.

Houve protestos da diretoria nas emissoras de rádios da cidade e correria de alguns membros, da diretoria da Associação dos Feirantes até o Poder Legislativo da cidade, onde os 15 vereadores sairam em defesa dos feirantes com depoimentos os mais diversos na sessão ordinária da últioma segunda-feira,20. 

No dia seguinte, uma Nota de Repúdio foi distribuída com a imprensa onde a entidade expõe a conflituosa e tumultuada relação entre a prefeitura de União dos Palmares, administradores da feira livre com a categoria do livre comércio de linha popular. A nota foi subscrita pela presidente da entidade, Maria Luiza e, o blog teve acesso com exclusividade. Confira.

Nota de repúdio                         

Associação dos Feirantes de União dos Palmares vem através desta nota prestar esclarecimentos sobre mais uma mentira desse governo que não respeita o povo palmarino desde a falta de pagamento dos funcionários da falta de saúde das condições de acesso as comunidades rurais através das estradas vicinais bem como também aos bairros periféricos e principalmente pelas suas mentiras que desde o início do trágico governo vem proporcionando prejuízo a categoria dos feirantes que ainda não foi extinta pôr possuir uma associação que luta e por ter conseguido o total apoio dos vereadores pois se não fosse por isso esse governo teria passado como rolo compressor pôr cima de todos.

Abandonados pelo Poder Municipal recorremos ao governo do estado o qual sempre teve às portas abertas para essa associação. É vergonhoso agora o coordenador da feira querer se justificar dizendo que está do lado da associação oferecendo parceria pois queriam sim reduzir o tamanho das bancas dos feirantes pois estava ele fazendo nas escondidas como é de costume desse governo pois o mesmo em momento algum oficializou a associação, diferentemente da forma como agimos pois desde o dia 31 de maio de 2017, em reunião com o então coordenador o senhor Jandilson foi comunicado que seria necessário o conserto de tomadas, banheiros e a poda das árvores do entorno da feira que até a data de hoje 21 de setembro de 2017, nada foi feito mostrando a total falta de vontade de ajudar os feirantes diferente da velocidade em prejudicá-los pois agradecemos novamente a Câmara de Vereadores pelo total apoio dado a essa associação,m onde ao mesmo tempo repudiamos a tentativa do governo municipal em tentar novamente reverter a situação com mentiras como fez no passado numa tentativa frustrada onde o caso foi parar na justiça que determinou a retirada das feiras de segunda e quarta e dizendo que seria a proposta da associação coisa que ficou provada mais uma vez da capacidade de mentir e prejudicar os feirantes mostrando a total vontade desse governo em exterminar essa categoria que tanto contribuiu para o desenvolvimento dessa cidade.

Portanto fica a nossa indignação contra do coordenador da feira e de todos que compõem o Governo Municipal pelo total abandono da feira aos sábados pois somos pagadores de nossos impostos e eles se abstém da sua obrigação na tentativa de causar o caus na feira e pôr a culpa na associação, sabemos todos nós feirantes e usuários que não existe setorização em dia nenhum em nossa feira basta andar em frente a Câmara de Vereadores, beco do mercado, secretaria de educação praça Basiliano e veremos que não existe setorização que se fará quando a prefeitura construir o pátio de feiras que é o que essa associação é toda a categoria espera que aconteça para que um dia não sejamos mais humilhados maltratados e enganados como fomos pôr esse governo.

 Atenciosamente,

Luiza Maria Batista de Souza

presidente da Associação dos Feirantes de União dos Palmares, em 21 de setembro de 2017           

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
19/09/2017 às 15:15

Por que as pessoas demoram a pular fora de casamentos falidos e governo autoritários?

Reza a metáfora que, se você joga o sapo na água fria e vai esquentando a água aos poucos, ele não percebe e morre cozido... 

A parábola servia muito bem para explicar um fenômeno tão comum quanto difícil de entender: por que as pessoas demoram tanto a pular fora de casamentos falidos, empregos deprimentes e governos autoritários? 

O ser humano demora pra perceber que a água está fervendo - e inventou a metáfora do sapo. 

Seria mais justo se os sapos usassem, entre eles, a metáfora do humano. 

“Tadinhos, os seres humanos não percebem o momento em que a democracia vira uma ditadura, daí vários são brutalmente assassinados.” 

“Mas eles merecem”, dirá outro sapo. 

“Sempre espalham inverdades sobre nossa espécie, como aquela da água fervendo, ou aquela outra sobre o fato de não lavarmos o pé.”...

Jovens usam camiseta com estampa “Ustra vive” em homenagem a torturador. 

Santander Cultural cede a pressão e cancela exposição de “arte degenerada”. 

Juiz proíbe peça de teatro que “desrespeita a religião”. 

Cantor sertanejo defende que nunca houve ditadura no Brasil, apenas “militarismo vigiado”. 

Candidato que quer cancelar tratados de direitos humanos é o que mais cresce nas pesquisas.

A água está esquentando, pessoal. 

E tem sapo achando que é jacuzzi.




Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
19/09/2017 às 15:10

Agricultores recebem 30 mil alevinos; prefeito Jairinho Maia intermediou doação

Agricultores familiares e os cinco presidentes dos assentamentos rurais de Branquinha receberam o prefeito Jairinho Maia e o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, nesta segunda-feira (18), no assentamento Eudourado dos Carajás. Em pauta, foram apresentados demandas dos produtores rurais e a pedido da gestão municipal foram entregus trinta mil alevinos.

Os pescados chegam numa boa hora. Após o período das chuvas os açudes e barragens voltaram a encher o que possibilita a criação dos peixess para aumentar a possibilidade de expandir a produção.

A prefeitura de Branquinha já enviou um ofício solicitando a aquisição de tratores e implementos agrícolas para a secretaria de estado da Pesca e com a vinda do secretário, houve um firmamento do compromisso como destacou o próprio Álvaro. “Estou em contato permanente com o prefeito Jairinho. Já recebi a solicitação dele de um trator com maquinário agrícola, agora, estou buscando não só um, mas dois tratores para potencializar a produção de vocês”, disse aos agricultores.

Outro ponto em que Vasconcelos parabenizou a gestão do prefeito Jairinho foi por meio da compra da agricultura familiar para as escolas públicas do município. Segundo ele poucos municípios de Estado tem essa consciência de fortalecimento do setor agrário dentro da própria cidade.

De acordo com o prefeito Jairinho Maia, um dos seus compromissos é com os assentados. Para ele, a agricultura familiar rende bons lucros e aumentam o poder aquisitivo das pessoas. “Gerar renda é um fator essencial para uma cidade. Mais pessoas trabalhando é sinal de crescimento. Nosso compromisso é auxiliar ao pequeno agricultor no que for possível para que eles possam produzir mais e com maior qualidade”.

Agricultores dos assentamentos Eudourado dos Carajás, Santo Antônio de Boa Vista, Zumbi dos Palmares, Boa Esperança e Flor do Mundaú estiveram presentes no encontro. O Secretário adjunto de Agricultura do município, Marcelo Doriva também compareceu ao evento.


Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
17/09/2017 às 13:52

Prestes a completar cinco meses, morte de professor ainda não foi esclarecida

Prestes a completar cinco meses, a morte do professor Luan Douglas Santos, 24 anos, em 18 de abril deste ano, segue como um mistério, em União dos Palmares, Zona da Mata de Alagoas. A Polícia Civil, que em junho anunciou que concluiria a investigação no mês seguinte, ainda não apresentou um desfecho para a investigação.

A mãe dele, Maria Valquíria dos Santos, disse ao TNH1 por telefone, que espera que o caso não caia no esquecimento. "Estamos prestes a completar cinco meses, agora no próximo dia 18, e nada foi esclarecido. A polícia não me diz o que causou a morte dele, ninguém foi preso, nem nada", cobra.

Até o momento, a mãe só tem acesso a uma tese de investigação da polícia para o caso, de crime passional. Ela conta que ouviu falar sobre um suposto relacionamento do filho com a ex-namorada de um policial, mas até hoje não foi informada se há ou não uma ligação com crime. "Ouvi isso em várias oportunidades, no dia do crime, no enterro, e depois, durante a investigação, mas a polícia não me diz nada. Eu só quero justiça e que o assassino do meu filho pague pelo que fez", lamenta.

Investigação

Por enquanto, a polícia segue a linha de crime passional, conforme informou o delegado da cidade, Valter Nascimento, em entrevista no mês de maio deste ano. “O Luan Douglas era considerado um rapaz tranquilo pelas pessoas mais próximas e não tinha envolvimento com a criminalidade. Por isso e por outras questões, segue a hipótese de crime passional", disse na época.

A tese de crime passional é reforçada pela declaração da viúva de Luan, Ana Paula Dionísio Lins dos Santos, que afirmou que ele estaria se relacionando com a ex-namorada de um policial. “Nós estávamos afastados, mas nunca pedimos o divórcio por ter a certeza de que voltaríamos a morar juntos, ele estava namorando com uma moça, uma tal de Cibele", revelou.

Vizinhos do jovem professor contaram, em depoimento, que ele foi morto por um suspeito que chegou a sua casa de moto e o atingiu com vários disparos de pistola. O corpo foi encontrado na garagem de casa e nenhum objeto de valor foi levado.

O TNH1 tentou, na manhã desta segunda-feira (11), conversar com o delegado Valter Nascimento, e com a viúva de Luan, Ana Paula Dionísio Lins, mas eles não atenderam as ligações.

Leia mais »
Postado por Ivan Nunes
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.