OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de junho de 2018

Colunistas

Renan Silva Renan Silva
É arquiteto e urbanista. Mestre em Desenvolvimento Urbano pela UJI (Espanha) e Especialista em Mobilidade, Trânsito e Segurança pelo INPG Business School.
26/03/2018 às 21:06

Mais um ser humano punido com a pena de morte em Maceió

Seu crime?

Usar a bicicleta como meio de transporte!

Vivemos em uma cidade que nega aos seus cidadãos o direito ao transporte coletivo de qualidade, que separa com distâncias enormes a habitação do trabalho e que não oferece infraestrutura adequada para as pessoas usarem modos de transporte de baixo custo, como a bicicleta e as próprias pernas.

Ninguém deveria ser obrigado a usar uma bicicleta como meio de transporte. Na verdade ninguém deveria ser obrigado a usar qualquer modo de transporte. O cidadão deveria ter o direito de escolher o que lhe for mais conveniente.

Não é assim.

As pessoas são praticamente obrigadas a buscarem modos alternativos ao público coletivo dada a sua precariedade de funcionamento. Quem tem mais dinheiro se desloca com seu carro ou sua moto. Quem tem menos dinheiro usa suas pernas ou a bicicleta (mesmo para vencer distâncias incompatíveis com estes modais).

Quanto mais barato o modo de transporte, mais vulnerável ele é no trânsito - carro/moto/bicicleta/pernas...

Então até nisso os mais pobres arcam com as consequencias da irresponsabilidade, incompetência e inoperância do poder público que contribui decisivamente para a construção de cidades desiguais e desumanas.

Porém, não somente as mãos do poder público estão manchadas de sangue. A nossa também!

A sociedade civil precisa ser mais ativa e contestadora, exercendo uma função fundamental na busca pelo direito à cidade: lutar e pressionar por transformações tão urgentes quanto imperativas.

Até quando assistiremos sentados homens e mulheres, crianças e idosos sendo assassinados em nossas ruas?

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.