OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 13 de dezembro de 2017

Colunistas

Roberto Lopes Roberto Lopes
Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado
26/09/2017 às 15:44

Projeto define prioridades para uso das águas da transposição do São Francisco

Projeto define prioridades para uso das águas da transposição do São Francisco Projeto define prioridades para uso das águas da transposição do São Francisco

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei, de autoria do deputado Adail Carneiro (PP-CE), que dispõe sobre os usos a serem priorizados para as águas oriundas da transposição do rio São Francisco nos Estados da região Nordeste. Pela proposta, as águas oriundas das obras de transposição das águas do rio São Francisco, nos Estados da Região Nordeste, deverão ser prioritariamente utilizadas para atender às necessidades de: abastecimento humano; saneamento público; irrigação agrícola; dessedentação animal (para mitigar a sede dos animais); e piscicultura.

De acordo com o autor do projeto, enquanto espera ansiosamente pela conclusão dessas obras, o povo nordestino alimenta ainda outra preocupação: qual acabará sendo o uso prioritário da tão esperada água, bem escasso em grande parte do Nordeste? Será que sobrará alguma coisa para matar a sede e regar as roças desse povo tão sofrido? “É justamente no sentido de garantir a prioridade do uso das águas transpostas do rio São Francisco para atender às necessidades básicas da ansiosa população do Nordeste que vimos apresentar a presente proposição”, justifica Adail Carneiro.

O projeto ainda será analisado, de forma conclusiva, pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. “esperamos contar com o valioso e decisivo apoio de nossos nobres pares desta Casa para que possamos ver a sua rápida transformação em Lei”, disse o autor do projeto.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.