OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 14 de dezembro de 2018

Colunistas

Roberto Lopes Roberto Lopes
Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado
30/08/2018 às 21:35

Eleições: eleitor irá votar primeiro para deputado federal e por último para presidente

A mudança na ordem de votação foi aprovada pela Câmara e pelo Senado A mudança na ordem de votação foi aprovada pela Câmara e pelo Senado

De acordo com as novas regras eleitorais aprovadas pelo Congresso Nacional e autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o eleitor irá votar primeiro para deputado federal, em seguida para deputado estadual, senador, governador e por último para presidente. A mudança na ordem de votação foi aprovada pela Câmara em 2010 e pelo Senado em 2014, porém, o TSE decidiu que a mudança só valeria para as eleições deste ano.

O secretário de tecnologia da informação do TSE, Giuseppe Janino, explica que o tribunal já está fazendo campanhas para informar o eleitor. "O eleitor tem uma sequência não lógica (para votar), que começa pelo deputado federal e depois vai para o deputado estadual. O TSE vai se encarregar de divulgar o máximo possível essa ordem de votações para que não haja prejuízo para o eleitor." A resolução do TSE com os atos preparatórios para o pleito de 2018 determina ainda que deverão aparecer as fotos e os nomes dos candidatos na urna eletrônica. O eleitor digita o número do candidato e, na sequência, aparece a foto para confirmação.

Sistema eletrônico de votação

O TSE lançou uma campanha de “Segurança do Sistema Eletrônico da Votação” com o objetivo de reforçar que o processo eleitoral brasileiro é seguro e transparente, fruto de aprimoramento constante ao longo dos últimos 22 anos. A campanha conta com filme para TV, spot de rádio e peças gráficas e audiovisuais para as redes sociais do TSE (Facebook, Instagram, Twitter e posts no Google). Na campanha, o TSE pretende destacar todos os atores envolvidos no processo eletrônico de votação, não apenas a urna.

Com informações da Agência Câmara e do TSE

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.