OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 25 de maio de 2019

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há mais de 24 anos escreve sobre a política alagoana.
23/11/2017 às 22:37

Renan condena decisão do PMDB de expulsar Kátia Abreu

Senadora Kátia Abreu com Renan, então presidente do Senado. (Foto: Agência Senado) Senadora Kátia Abreu com Renan, então presidente do Senado. (Foto: Agência Senado)

O senador Renan Calheiros divulgou uma nota pública criticando a decisão tomada pelo Conselho de Ética do PMDB de expulsar a senadora Kátia Abreu (TO) do partido por conta de críticas feitas ao presidente Michel Temer, bem como votar contra projetos de interesse do governo. 

A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (23) e será cumprida de imediato pela presidência nacional do PMDB. Renan – que também tem sido um crítico do governo Michel Temer - elogiou a postura de Kátia, a quem diz ser uma ‘parlamentar atuante’, de ‘posições claras e sinceras’, além de considerar o ato extremo para a história do partido. 

Leia na íntegra a nota de Renan Calheiros

“A decisão do Conselho de Ética do PMDB, de cancelar a filiação da senadora Katia Abreu, parece resultado desses tempos confusos que o Brasil vive. É um ato extremo que contraria as práticas políticas do PMDB e a própria história do partido. 

O PMDB foi construído e se fez forte por respeitar as diferenças de opinião. Esta é a forma civilizada de mediar conflitos internos e transmitir confiança à sociedade.

Kátia Abreu é uma parlamentar atuante, de posições claras e sinceras, que valoriza a bancada no Senado e o papel da mulher no PMDB. Retirá-la das nossas fileiras é uma atitude que violenta as mais caras tradições de convivência e tolerância que sempre marcaram a vida do partido.

Renan Calheiros"

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.