OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 13 de dezembro de 2018

Colunistas

Valderi Melo Valderi Melo
É jornalista profissional formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) desde 1994. Há 20 anos escreve sobre os bastidores da política alagoana.
09/10/2018 às 13:00

A importância de Alagoas ter Renan no Senado

Renan já presidiu o Senado por quatro vezes e foi reeleito para o quarto mandato consecutivo Renan já presidiu o Senado por quatro vezes e foi reeleito para o quarto mandato consecutivo

Passadas as eleições e com a definição dos dois senadores eleitos para representar Alagoas a partir de 2019 no Senado Federal, uma questão precisa ficar clara: a grande importância de o Estado continuar tendo a presença do senador Renan Calheiros (MDB) como seu representante na principal casa legislativa do País.

E qual a razão dessa análise: Ela acontece por dois pontos. O primeiro pelo simples fato de o outro senador eleito no último domingo, 7, Rodrigo Cunha (PSDB) ter vencido pelo bloco de oposição ao governador Renan Filho (MDB). Cunha ainda não expressou publicamente como será sua atuação parlamentar a partir do momento de sua posse, se fará oposição ao governo ou colocará seus interesses políticos acima dos interesses maiores de Alagoas.

O segundo ponto é: qual será o posicionamento político do senador Fernando Collor (PTC) a partir de 2019. Depois da malfadada candidatura ao governo do Estado pelo grupo de oposição liderado pelo prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), pelo senador derrotado Benedito de Lira (PP) e pelo deputado federal Arthur Lira (PP) - o único eleito do bloco -, Collor tão logo desistiu da campanha alegando falta de reciprocidade, se recolheu.

Aí cabe outra pergunta: Collor que em 2014 foi reeleito senador pelo bloco de Renan Filho vai ser oposição a partir de 2019, será que vai tentar uma reaproximação política pensando principalmente na saúde financeira das suas empresas de comunicação ou ficará neutro, mas defendendo os interesses de Alagoas no Senado e junto ao governo federal, que é o papel de um parlamentar que gosta de seu estado, deve exercer com clareza.

Levando em conta esses dois pontos, é aí que se pode destacar a importância de Alagoas ter Renan Calheiros no Senado. Eleito para o quarto mandato consecutivo, Renan conhece como poucos todos os percursos e entranhas do Congresso Nacional, além de ter sido presidente do Senado por quatro mandatos. E independente de quem venha a ser eleito presidente no dia 28 deste mês, Renan terá forças para defender o Estado junto ao novo governo.

Muitos podem não gostar de Renan, da sua atuação política, mas para Alagoas e principalmente para o governador Renan Filho é muito importante ter em Brasília a presença, a liderança, o empenho e o apoio do senador [que além disso tudo é pai do governador] para que os avanços conseguidos por sua gestão não se retraiam, apesar do pouco apoio financeiro que teve nos últimos anos do governo Michel Temer, do qual Renan pai é desafeto.

Renan Calheiros por seu tamanho político e por gostar tanto de Alagoas será a voz e a defesa de Alagoas no Congresso Nacional, gostem ou não dele.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.