OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de abril de 2018

Agronegócios

09/01/2018 às 18:43

AMA apoia pequeno produtor para fortalecimento da economia

Presidente Hugo Wanderley recebeu representantes da Cooperativa Agropecuária de Produtores de Leite Familiar da Bacia Leiteira de Alagoas Presidente Hugo Wanderley recebeu representantes da Cooperativa Agropecuária de Produtores de Leite Familiar da Bacia Leiteira de Alagoas

Com o objetivo de fortalecer a economia e diminuir o êxodo rural, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, afirmou que a entidade tem interesse em apoiar cooperativas com pequenos produtores rurais. O anúncio foi feito durante a visita de representantes da Cooperativa Agropecuária de Produtores de Leite Familiar da Bacia Leiteira de Alagoas, a Coopaz, e os gestores do Laticínio Mainha, na manhã desta terça-feira (09).

O apoio já é realizado pelo Governo de Alagoas que fez um aporte com recursos próprios de mais de R$ 15 milhões para manter vivo o Programa Estadual de Aquisição de Alimentos, o PAA Alagoas. “O governador Renan Filho tem feito um esforço muito grande para movimentar a economia dos pequenos produtores familiares. Por isso, queremos conhecer melhor o trabalho das cooperativas e apoiar da forma que for possível”, afirmou Wanderley.

Além de garantir sustento e a melhoria de vida para centenas de famílias, a agricultura familiar desenvolve os municípios e fixa os moradores na sua terra natal. “Os produtores maiores têm apenas 10 vacas de leite e toda a família trabalha no negócio. É importante que as pessoas consigam sobreviver no seu lugar de origem, porque antes disso precisavam se deslocar para outra região para ganhar o pão”, explicou Sebastião Ferreira, presidente da Coopaz.

A cooperativa já tem mais de 10 anos no mercado com sede em Batalha e beneficia 600 pequenos agricultores. Osmando Xavier, gerente do Laticínio Mainha, é um dos empresários que tem apoiado as cooperativas dos pequenos produtores auxiliando na industrialização, distribuição e logística dos produtos para que cheguem até a merenda escolar nos municípios alagoanos. “Nossa empresa pode aumentar a capacidade e atender mais cooperativas”, afirmou. Através dessa união de esforços, os municípios podem cumprir a legislação que determina a compra de 20% dos produtos da merenda escolar dos pequenos produtores locais.

Fonte: Ascom AMA


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.