OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 16 de setembro de 2019

Agronegócios

19/08/2019 às 17:34

Conab apresenta plano de modernização para investimentos no Programa de Aquisição de Alimentos

Adriano Jorge, do Setor de Apoio a Logística da Conab, em Alagoas Adriano Jorge, do Setor de Apoio a Logística da Conab, em Alagoas

Com duas propostas, para impedir a escassez de recursos, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apresentou um plano de reestruturação e modernização para ampliar os programas de abastecimento em todo o estado. Em reunião, nesta segunda-feira (19), o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, explicou que gestores passam por “um momento difícil e, por isso, o ideal é continuar unido com as bancadas para levar a estrutura que a Conab precisa. Esse programa gera muita renda e emprego para os municípios. Esse é o nosso compromisso”.

“Não podemos passar em branco. Nesse governo, que trouxe uma mudança no comportamento social, as instituições públicas estão passando por um contingenciamento de recursos, e nós também. A boa notícia é que continuamos em terceiro lugar no ranking de investimento do Programa de Aquisição de Alimentos em Alagoas, mas, até quando? Precisamos do apoio dos prefeitos para o PAA não morrer”, disse o Superintendente Regional da Conab, em Alagoas, Lourival Barbosa. Ele conta que, na semana passada, o Governo Federal liberou um investimento de mais de R$ 9 milhões para o Programa, que será estudado e aplicado em cada município.

No país, a Conab é responsável por quatro modalidades do programa, como a Compra com Doação Simultânea (CDS), Apoio à Formação de Estoques, Compra Direta da Agricultura Familiar e Aquisição de Sementes. Por causa do volume de recursos, o CDS precisa de um sistema para captar informações desde a formulação da Proposta de Participação até o acompanhamento das entregas dos produtos. Em 10 anos, desde 2009, a Conab investiu mais de R$ 429 milhões no Estado, mas, em 2018, sofreu uma redução de 50% das ações sociais em comparação aos anos passados. “Infelizmente, não possuímos recursos para oferecer a cada município, mas, através da modernização, iremos construir um novo momento, uma nova rodada para cada gestor”, explica o Setor de Apoio a Logística, Adriano Jorge.

“O ideal é continuar unido com as bancadas”, disse o presidente da AMA, Hugo Wanderley.

No plano de modernização, construído pela sede nacional, a proposta de regionalização é considerada um retrocesso pelos técnicos da Companhia. Durante a reunião, duas alternativas foram apresentadas para evitar a escassez de recursos e a falta de atendimento aos prefeitos. Além da venda de ativos, e extinção de alguns quadros, “iremos oferecer emendas parlamentares para entregar investimentos destinados ao PAA direto a cada município, em uma média de 100 a 150 mil reais por local, e uma gestão juntos aos parlamentares para evitar a regionalização. Isso irá apoiar o agronegócio, mas sem relevar os desafios locais”, aponta o Gerente de Finanças e Administração da Conab, Railson Silva.

O presidente do Sintsep, Jogelson Veras, concorda com esse processo para fortalecer a companhia a nível estadual. “Temos que pontuar que as instituições do nosso país não podem ser precarizadas por essa mensagem que as mudanças, da agenda liberal, irão melhorar o nosso país”, finaliza.


Fonte: Ascom AMA


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.