OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de outubro de 2019

Cultura

02/10/2019 às 13:40

Editora universitária lançará 25 livros da comunidade acadêmica da Ufal

Patrícia Mendonça - estagiária de Jornalismo

A Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal), como resultado do Edital de Publicação de Livros, lançará, durante a 9ª Bienal, 25 obras com o seu selo. Os autores são pesquisadores — docentes, discentes e técnicos — das mais diversas áreas do conhecimento, que viram no chamamento público a oportunidade de divulgar seus trabalhos.

No total, 92 livros foram inscritos no edital de publicações da Edufal, destes, como o previsto, 25 foram aprovados pelo Conselho Editorial. Cada pessoa selecionada terá cem exemplares custeados pela Editora da Ufal, que, após a Bienal, passarão a compor o catálogo da Edufal.

A reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valéria Correia, destaca a importância da publicação desses livros por uma universidade pública.

"Além de impulsionarem o mercado editorial em tempos tão hostis, essas obras conclamam a universidade pública, cada vez mais, a evidenciar e a validar sua relevância na produção da cultura e da ciência no estado de Alagoas", ressalta.

Os lançamentos cumprem com um dos principais objetivos da Bienal, que é a democratização do acesso ao conhecimento científico, ofertando à comunidade o resultado de pesquisas acadêmicas. As obras contemplam diversos níveis e áreas do conhecimento, tais como: Arquitetura, Arte, Direito, Educação, Linguística, Literatura, História, Nutrição, Serviço Social, Sociologia, Política e Psicanálise.

A docente Elaine Pimentel, que está à frente da obra Mulheres, feminismos e interseccionalidade nas Ciências Criminais: escritos em homenagem a Sueli Carneiro, ressalta a importância da Bienal fomentar o conhecimento acadêmico.

“Esta iniciativa da Edufal é muito importante para a gente levar ao público o que há de melhor na universidade pública, que é justamente a produção científica. Então, é uma oportunidade ímpar e que tem uma contribuição imensa para a propagação da ciência no nosso país, sobretudo no tempo atual que a gente precisa tanto mostrar à sociedade o que a Universidade vem produzindo”, disse.

Entre os livros aprovados está o de Cynthia Nunes, Destino Jaraguá: um porto atlântico colonial da América Portuguesa e a gênese da cidade de Maceió, que tem como tema o bairro de Jaraguá — bairro que será a “casa” da Bienal este ano —, e a autora demonstra o seu contentamento pela publicação.

“É uma grande satisfação ver que um trabalho acadêmico será divulgado e discutido no mesmo espaço que tem como objeto de estudo. Jaraguá, o 'coração' da cidade marítima e portuária colonial e espaço embrionário da urbe, é, sem dúvida, o local ideal para se despertar reflexões mais amplas sobre a memória da cidade e suas origens mais remotas, tema central do livro”, disse Cynthia Fortes, arquiteta da Ufal e uma das técnicas aprovadas no edital. 

Cynthia aproveitou para elogiar o fato de a Bienal ter escolhido o Jaraguá como “palco” nesta edição. “O velho bairro portuário, tão carente de investimentos e ações que o valorizem como patrimônio histórico, volta a ser palco de um grande evento da sociedade alagoana, e este acontecimento reforça o reconhecimento da importância deste espaço tão significativo para a história não só da cidade de Maceió, mas de Alagoas”, pontuou.

Outra autora selecionada no edital, Sandra Mary, do título Atividades de educação alimentar e nutricional: um guia prático, ressaltou também a importância do espaço proposto pela editora para os pesquisadores da Ufal e, em especial, para a comunidade, que poderá se valer das pesquisas científicas e culturais a serem publicadas. “É o evento literário mais importante de Alagoas, com abrangência internacional, além de ser um espaço voltado para a comunidade em geral, não só a comunidade acadêmica. A Edufal está colocando nossas produções a serviço e à disposição da sociedade como um todo, para o seu desenvolvimento, uma ação que é a missão da Universidade”, elogiou.

Os lançamentos vão acontecer a partir do segundo dia do evento, 2 de novembro, e se estendem ao último, 10 de novembro. Haverá alternância dos lançamentos de acordo com os gêneros e áreas do conhecimento. 

Confira os 25 títulos selecionados clicando aqui.




Fonte: Ascom Ufal

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.