OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 18 de novembro de 2019

Cultura

01/11/2019 às 10:46

Alagoas pela visão e a memória feminina

Espetáculo Entre Rio e Mar Há Lagoanas entra em cartaz no Teatro Deodoro é o Maior Barato, na quarta, 6, às 19h30 Espetáculo Entre Rio e Mar Há Lagoanas entra em cartaz no Teatro Deodoro é o Maior Barato, na quarta, 6, às 19h30

Ulisses Abílio*

A memória de quem mora na beira da lagoa Mundaú, sobretudo das mulheres, dá roteiro para a montagem Entre Rio e Mar Há Lagoanas. A peça, que usa de personagens femininas feirantes, crianças e anciãs, faz parte do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, com apresentação marcada para quarta-feira (06/11), às 19h30, no centenário palco do Teatro Deodoro, Centro de Maceió.

“O processo de criação nos indicou a relação entre o feminino e a água, me aproximar da lagoa já era um desejo desde que o projeto estava sendo escrito. Mas é importante dizer que antes da lagoa veio a necessidade de falar sobre mulheres alagoanas”, esclarece Gessyca Geyza, diretora e atriz do espetáculo, e continua: “Estamos em Maceió, rodeados pela lagoa, há muitas memórias em cada corpo que encontramos para a pesquisa de campo antes da montagem do espetáculo. Trazer à tona a memória de muitas mulheres foi uma consequência do encontro com muitas delas”, conta.

Além de Gessyca, o texto que é assinado por Bruno Alves, tem também no elenco Nathaly Pereira e Wanderlândia Melo. Elas interpretam nove personagens e, para fazer essa mudança, usam de máscaras. “Há quatro anos, me interesso e pesquiso a linguagem da máscara teatral, a riqueza dela me fez perceber o quanto poderíamos dar corpo às pluralidades das mulheres que poderíamos encontrar. A máscara é aquilo que não podemos ser”, esclarece a diretora.

O texto encenado traz reflexões sobre a Lagoa Mundaú acerca de contradições, injustiças e opressões, principalmente com a população pobre, sobre o “perverso caminho de tonar-se mulher”, e sobre memória, ancestralidade e sororidade. Gessyca conta que “são as mulheres que contam essa história, pela perspectiva de três trabalhadoras (feirantes), três meninas (crianças) e três anciãs que o roteiro é constituído”.

O projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato é uma iniciativa da Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal), como forma de facilitar o acesso de artistas locais a um dos principais instrumentos culturais do Estado, além de fomentar a formação de plateia e deixar acessível para todos os públicos. O ingresso custa R$10 (meia-entrada) e R$20 (inteira), à venda na bilheteria do Teatro, no Centro de Maceió, de terça a domingo, das 14h às 18h,  e, no dia da apresentação, até às 19h30.

Gessyca Geyza manifesta a satisfação de fazer parte desta programação e fala da importância: “O Teatro é o Maior Barato é um projeto de manutenção e de acesso à cultura muito importante para a cidade. No momento em que vivemos nacionalmente, onde portas estão sendo fechadas e acessos negados, se torna ainda mais relevante”. Entre Rio e Mar Há Lagoanas é a penúltima apresentação da 20ª edição do Teatro Deodoro é o Maior Barato, que se encerra no dia 20, com o espetáculo Harmony Lied – Pieces, de Marcus Mausan.

*Estagiário com supervisão de Hannah Copertino.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.