OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 23 de junho de 2017

Cultura

17/06/2017 às 09:03

Mestre Antônio de Dedé morre aos 63 anos e deixa legado cultural

Antônio de Dedé, como era conhecido, nasceu em Lagoa da Canoa e tinha o dom de esculpir belas obras em madeira - Foto: André Palmeira Antônio de Dedé, como era conhecido, nasceu em Lagoa da Canoa e tinha o dom de esculpir belas obras em madeira - Foto: André Palmeira

Daniel Borges

Alagoas perde mais um mestre da cultura popular, que deixa um grande legado para o artesanato alagoano. Faleceu, na sexta-feira (16), aos 63 anos, o Mestre Antônio Alves dos Santos, registrado como Patrimônio Vivo de Alagoas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), desde 2015.

Antônio de Dedé, como era conhecido, nasceu em Lagoa da Canoa e tinha o dom de esculpir belas obras em madeira. Em sua oficina de trabalho passava o seu saber para seus filhos, netos e a alguns jovens da comunidade da Vila Santa Isabel, onde morava. Vivia de sua arte e era reconhecido nacionalmente pelo seu trabalho.

No próximo mês, o artesão alagoano será homenageado no Espaço Janete Costa durante a 18ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que acontece em Olinda.

Comentários

secom-gs1
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.