OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de novembro de 2018

Direitos Humanos

29/10/2018 às 10:23

Prefeitura de Maceió vai combater trabalho infantil no Dia de Finados

Órgãos municipais e de defesa da criança e do adolescentes articulam plano conjunto de combate ao trabalho infantil para o Dia de Finados (Foto: Ascom Semas) Órgãos municipais e de defesa da criança e do adolescentes articulam plano conjunto de combate ao trabalho infantil para o Dia de Finados (Foto: Ascom Semas)

Os trabalhos de prevenção e enfrentamento ao trabalho infantil no período de finados em Maceió ganham reforço a partir desta segunda-feira (29), quando as equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) visitam cemitérios para orientação dos trabalhadores e da população que frequenta o espaço sobre os riscos do trabalho infantil. Esta ação faz parte do trabalho conjunto de vários órgãos municipais e de defesa dos direitos da criança e do adolescente para combater esta prática nos cemitérios públicos da capital.

O plano de ação conjunta foi finalizado em reunião coordenada pela Procuradoria Geral do Município. “Construímos um plano de ações com medidas que serão adotadas pela força-tarefa no dia que antecede e no Dia de Finados em Maceió. Está sendo disponibilizado um grande contingente de profissionais do Município, com a colaboração dos Conselhos Tutelares, para trabalhar no enfrentamento do trabalho infantil. Vai ser um trabalho intensificado no sentido de coibir toda essa prática nociva à criança e ao adolescente”, destacou o procurador do Município que coordenou a construção do plano de ações, Thélio Leitão.

As ações planejadas contam com o envolvimento das Secretarias Municipais de Assistência Social (Semas), de Desenvolvimento Sustentável (Semds) e de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), da Procuradoria Geral do Município e dos Conselhos Tutelares de Maceió.

A secretária de Assistência Social de Maceió, Celiany Rocha, destaca a importância da participação não apenas do poder público neste combate. “A população é peça fundamental neste combate, uma vez que deve se conscientizar de não comprar produtos ou contratar serviços ofertado por crianças”, reforçou a gestora.

A partir desta segunda-feira, as equipes do Serviço Especializado em Abordagem Social da Semas vão percorrer os cemitérios onde farão trabalho de orientação e conscientização com trabalhadores e pessoas que transitam pelo espaço, informando os riscos do trabalho infantil nos dias que antecede o dia de Finados.

Já no dia de Finados, a ação de combate ao trabalho infantil nos oito cemitérios da capital terá a participação de profissionais da Abordagem Social, das Ações Estratégicas do Peti, fiscais de postura e da Guarda Municipal.

Para o coordenador de Cemitérios da Semds, Rogério Dias, a expectativa é de que este ano se consiga coibir o trabalho infantil nos cemitérios. “Estamos otimistas no sentido de que vamos conseguir combater o trabalho infantil deste Dia de Finados, quando há um grande volume de pessoas circulando pelos cemitérios públicos de Maceió. Já houve um cadastro e trabalho de conscientização dos ambulantes que estão autorizados a trabalhar no dia 2 de novembro e estão devidamente conscientes de que não poderão utilizar crianças para a venda de qualquer produto tanto na parte interna quanto externa dos cemitérios de Maceió”, disse.

Ainda dentro da ação, a Semscs orientou os ambulantes que estão cadastrados para o comércio no entorno dos cemitérios. Na última sexta-feira (26), quando as permissões foram entregues, os ambulantes receberam orientação sobre os danos do trabalho infantil e assinaram um termo de compromisso, sob pena de terem seus produtos apreendidos e até mesmo o descredenciamento, caso fomentem esta prática.

No dia 2 de novembro, a fiscalização de posturas vai vistoriar o entorno de todos os cemitérios da capital. O titular da Semscs, coronel Ivon Berto, destaca a realização de um trabalho preventivo e de orientação para atendimento à legislação. “Nosso trabalho também é de orientação a esses ambulantes sobre a importância da acessibilidade e mobilidade para as pessoas que vão ao local homenagear seus entes queridos que já partiram. Orientamos, inclusive, para conscientizá-los sobre a erradicação do trabalho infantil”, ressalta.

Ascom Semas

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.