OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de outubro de 2019

Educação

12/07/2019 às 15:43

Projeto de leitura de escola estadual mobiliza comunidade em São Miguel dos Campos

Projeto permite a doação e distribuição de livros para a população Projeto permite a doação e distribuição de livros para a população

Manuella Nobre

Considerados “asas de papel”, capazes de levar leitores a voos inimagináveis, os livros ganharam “ninhos urbanos” em pontos estratégicos da cidade de São Miguel dos Campos. A iniciativa de promover doação e troca de livros partiu de estudantes e professores da Escola Estadual Tarcísio Soares Palmeira e foi amplamente abraçada pela prefeitura e população miguelense.

Os ninhos, em formato de pequenas casinhas de madeira, foram construídos por carpinteiros da Prefeitura de São Miguel dos Campos e receberam pinturas de alunos das escolas Construtivista e Maria Rosa, ambas da rede municipal de ensino. Eles estão disponíveis aos miguelenses em cinco locais: em frente às Escolas Estaduais Tarcísio Soares e Ana Lins, localizadas numa das principais vias de São Miguel dos Campos; na praça Padre Cícero, na parte alta da cidade; em frente à prefeitura, no bairro da Rodoviária; na Praça do Relógio, no Centro; e em frente à igreja Matriz. Nestes espaços, as pessoas podem doar e pegar livros.

“Muitas pessoas justificam que não leem porque não têm acesso a um livro e a ideia das casinhas foi justamente para estimular esta prática e permitir que pessoas que tivessem livros para doar deixassem lá. Para nós, tem sido uma satisfação, pois, atualmente, muitas pessoas se limitam às redes sociais e, ao possibilitarmos que elas tenham acesso aos livros de uma forma atraente, isso ajuda a estimular o hábito da leitura”, sugere a diretora- geral da Escola Estadual Tarcísio Soares, Genivânia Justino.

Como nasceu - De acordo com a professora de língua portuguesa da escola, Maria Vânia de Souza, inicialmente, a ação visava incentivar o hábito da leitura na Escola Tarcísio Soares. Com a divulgação do tema do Encontro Estudantil da Rede Estadual de Ensino – que, este ano, vai abordar “a integração da escola com o território para a construção de cidades educadoras” - nasceu a ideia de levar a ação para além dos muros da instituição.

Inspirado numa reportagem que mostrou iniciativa de estudante do Rio de Janeiro, o projeto alagoano ganhou outras proporções e teve o apoio de toda escola e da Prefeitura de São Miguel dos Campos.

“Na reportagem, a aluna carioca convocava, por meio das redes sociais, as pessoas para lerem um determinado livro. No primeiro encontro foram 30 pessoas, o que mostra que o livro ainda tem o seu espaço na sociedade. A sociedade é a radiografia da escola, porque, se a gente trabalhar na escola, a gente vai observar os resultados depois em nossa comunidade. Queremos uma comunidade leitora, conhecedora dos seus direitos, dos seus valores, de sua cultura”, conta Vânia.

Os ninhos - Segundo o artista plástico e um dos representantes da prefeitura nesta iniciativa, Roniekson Souza, mais conhecido como Roniekson Okodayewo, em uma ação inicial de divulgação, foram arrecadadas mais de 2700 obras, as quais foram disponibilizadas à Biblioteca Pública Municipal e também ajudam a abastecer os ninhos.

“A professora Vânia nos procurou justamente para fazer este elo entre Estado e Município, e com esta fusão, a sociedade terminou abraçando e o ganho foi de todos. Foi uma felicidade ter recebido este convite, porque esta é uma oportunidade para atrair mais jovens para este processo de leitura, que é uma experiência transformadora”, avalia o artista plástico.

A diretora da Biblioteca Pública, a e poetisa Erica Matias, conta que as obras atendem aos mais diversos gostos e afirma que a iniciativa tem despertado novos leitores e novas ações. Ela informa que, além de pontos de doações e trocas, as casinhas são espaços sugestivos para rodas de leitura.

“Projetos como este nos ajudam ainda mais a difundir a leitura junto à população miguelense, que abraçou a ideia e tem doado seus livros. Além disto, todos os meses teremos um sarau sobre um autor literário envolvendo também a comunidade escolar. Estamos com um edital aberto para um concurso literário do gênero poemas aberto às escolas públicas para estudantes do ensino fundamental II e médio, com premiação”, adianta Erica.

Iniciativa aprovada - As casinhas têm despertado a curiosidade da comunidade e o interesse não tem idade, do pequeno Henrique Virgínio, de 9 anos, morador e estudante do 4º ano da cidade de Roteiro, à miguelense Dayane Hellen. “Muito boa a ideia de começar a ler, conhecer. É lendo que se aprende não é?”, questiona Dayane.

Os estudantes envolvidos na ação também relatam conquistas pessoais. “É muito prazeroso porque a gente sabe que este projeto vai dar certo. De início, nosso objetivo era mantê-lo dentro da escola, trazer a biblioteca de fora aqui para dentro, mas ele está crescendo e ficamos muito felizes com isto”, avalia Maria Jacqueline Santos, uma das estudantes responsáveis pelo projeto.

“Eu não tinha este hábito de ler, que começou a ser despertado a partir da 2a série do ensino médio, pelo Enem, e com este projeto, com as aulas aos sábados e a professora distribuindo os livros, nos ajudou muito”, afirma o seu colega Santiago Eneas de Moura.

A diretora-adjunta da Escola Tarcísio Soares, Rosa Gouveia, diz que a ação será ampliada para mais espaços na escola. “Estamos preparando também salas de aula, laboratórios de informática e ciências, biblioteca, quadra, Em todos os lugares onde tivermos atividade, pretendemos promover acesso aos livros. O conhecimento não deve ficar entre quatro paredes, mas transpor os muros e os alunos têm esta contribuição para dar a sociedade”, frisa a educadora.

Outros voos - Ainda de acordo com os representantes da gestão municipal, o projeto “Ninhos Urbanos” já foi compartilhado com uma ONG de Maceió, e em setembro alçará voos mais altos, e será apresentado internacionalmente, em setembro, na cidade de Trujillo, no Peru.


Ascom Seduc

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.