OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 26 de setembro de 2017

Educação

10/01/2017 às 16:14

Revitalização do Cepa atrai a comunidade para o Complexo Educacional

Comunidade volta a ocupar o Cepa, que está recebendo uma série de melhorias do Estado. Fotos: Valdir Rocha e Ailton Cruz Comunidade volta a ocupar o Cepa, que está recebendo uma série de melhorias do Estado. Fotos: Valdir Rocha e Ailton Cruz

Luana Santana

O maior complexo educacional da rede pública estadual ganha, aos poucos, uma nova cara. Quem passa pelo Centro Educacional de Pesquisa Aplicada (Cepa) vê que o espaço se tornou um grande canteiro graças às obras do eixo viário e da recuperação e urbanização do complexo educacional, esta última sendo executada pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). A obra visa dar maior visibilidade ao Cepa e fortalecer os laços existentes entre o espaço e a comunidade do Farol, Pinheiro, Pitanguinha e demais bairros adjacentes.

Além de contemplar as unidades escolares com a recuperação de seus espaços físicos, a revitalização vai transformar o Cepa em um grande espaço de lazer, agregando educação, esporte e cultura e trazendo muitas benfeitorias para a comunidade em geral.

As obras de revitalização do espaço contemplam, dentre outros serviços, a construção/ recuperação de quadras poliesportivas; equipamentos de academia ao ar livre; campo de futebol com arquibancadas e vestiários; pista de atletismo; quadra de areia; playground; Praça da Ciência; palco para atividades artísticas; sala de aula ao ar livre; paisagismo; espaço de convivência e de estar; mesas com jogos; urbanização educativa com tabuleiros para realização de jogos em escala humana; estacionamento; quiosques; recuperação do calçamento com a inclusão de acessibilidade; comunicação Visual; instalação de uma nova rede elétrica e instalação de sistema de CFTV e Internet.

Importância - O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, destaca a importância da revitalização do complexo educacional. Ele lembra que, em todo o Brasil, existem apenas dois espaços educacionais deste porte idealizados por Ib Gatto Falcão, quando secretário de Educação de Alagoas nos anos 50 e pelo educador baiano Anísio Teixeira em Salvador, Bahia.

“É importante resgatar o Cepa, pois ele não pertence ao governador nem à Secretaria da Educação, mas a toda a população alagoana. As pessoas que passam lá fora muitas vezes não sabem o que é este complexo educacional e os equipamentos desportivos e culturais que ele oferece”, frisa Barbosa.

Aprovação da comunidade - A universitária Milena Felix, 18 anos, é uma das que utilizam o espaço para suas caminhadas diárias.

“Eu acho que essa revitalização trará muitas melhorias para todos que frequentam o Cepa, pois aqui é o único espaço para a prática de exercícios físicos aqui no Farol. Essas intervenções vão atrair ainda mais a comunidade para o Cepa”, disse Milena, que é estudante de Filosofia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

O casal Valéria Sandes e Cícero Moreira, ambos de 53 anos, também faz caminhada no Cepa e elogiou a iniciativa da revitalização do complexo. “Um espaço tão importante para o maceioense não pode ser deixado de lado. Acredito que a revitalização vai ser um incentivo a mais para a comunidade participar de práticas esportivas”, afirma Valéria.

Fernando da Silva, 52 anos, mora próximo ao Cepa e se disse feliz com a revitalização. “Eu estudei aqui na Escola Estadual Laura Dantas, frequento o Cepa desde a minha adolescência e estou muito feliz vendo as coisas fluírem. Estou bastante ansioso para a inauguração”, revela. 

Eixo Cepa

Impulsionando as ações de mobilidade urbana na região, as obras do eixo Cepa seguem em fase de implantação. À frente do projeto, a equipe técnica da Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento (Setrand) já trabalha na continuidade da passagem de nível com a execução de rampas de acesso, impermeabilização de peças pré-moldadas e concretagem do piso. 

Para a próxima etapa, será realizado o complemento da pavimentação da via que corta o Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa). No total, já foram executados e finalizados 90 metros de pavimentação.  

Com nove quilômetros de extensão, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) até as ruas Frei Caneca e Luiz de Mascarenhas, no Farol, as obras atuam como alternativa viária à avenida Fernandes Lima.






Fonte: Agência Alagoas

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.