OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 12 de novembro de 2018

Municípios

13/10/2018 às 14:36

É de Palmeira dos Índios um dos exemplos de traição mais clássicos das eleições 2018

Ex-prefeito James Ribeiro traiu a confiança dos Renans -  Foto: Jackson Amaral - Tribuna do Sertão Ex-prefeito James Ribeiro traiu a confiança dos Renans - Foto: Jackson Amaral - Tribuna do Sertão

AL1

O governador Renan Filho, eleito com 77,30% dos votos válidos, mostra que há diferenças marcantes entre o criador e criatura.

O pai, senador Renan Calheiros, vê sua cria alçar voos próprios e cada vez mais altos, com trajetória bem diferente da dele. Aos 39 anos, Rena Filho obteve sucesso para dois cargos pretendidos e disputados por Renan (prefeito - 1988 - e governador - 1990). 

Pode-se afirmar que a eleição de Renan Calheiros tem, também, a assinatura do governador reeleito. Mas a dupla vitória também deixará manchas pelo caminho. 

Entre vencidos e vencedores existem feridas abertas, que só o tempo haverá de curar, porque as sequelas são muitas. Os Renans têm lá suas mágoas em relação a antigos aliados, que pouco ou nada fizeram nas últimas eleições.

Um exemplo clássico da omissão política ocorreu em Palmeira dos Índios, envolvendo o ex-prefeito James Ribeiro, a quem os Calheiros sempre ajudaram e tinham como aliado de primeira hora. Foi notória a omissão do ex-prefeito e candidato derrotado, aos aliados do MDB, na Terra Xucurus. Nem mesmo um adesivo dos Calheiros chegou  a desfilar nos carros de James. 

Aliança
Não fosse a parceria com o prefeito Júlio Cézar, adversário nas duas últimas eleições (2014 e 2016), os Calheiros não teriam palanque e apoio, que garantiram 80,31% dos votos válidos a Renan Filho.

Pragmáticos, os Calheiros certamente preparam a lei do retorno para James. 


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.