OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de novembro de 2018

Municípios

09/11/2018 às 16:23

Arsal participa de treinamento para detecção de vazamentos de água e ligações clandestinas

Saneamento básico é regulado em 35 municípios que possuem Contrato de Programa e Convênio de Cooperação Técnica com a Casal e a Arsal Saneamento básico é regulado em 35 municípios que possuem Contrato de Programa e Convênio de Cooperação Técnica com a Casal e a Arsal

O gerente de Saneamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal), Antonio de Padua, participou na quinta (8), em Santana do Ipanema, e nesta sexta-feira (9), em Delmiro Gouveia, de uma Oficina de Geofonamento. Ofertado pela Casal, o treinamento visa ensinar os técnicos da área a manusearem o geofone, equipamento de detecção de vazamentos de água e ligações clandestinas.

"O novo equipamento tem por finalidade detectar, por meio de ultrassom, vazamentos de líquidos não visíveis. Com a utilização desta tecnologia, a Casal conseguirá detectar vazamentos na rede que não são vistos a olho nu, bem como encontrar mais facilmente ligações clandestinas, os populares gatos”, explicou Antonio de Padua.

Segundo ele, a modernização dos procedimentos para controle de vazamentos e de ligações clandestinas sempre foi uma recomendação constante da Agência Reguladora à Companhia de Saneamento durante as fiscalizações realizadas pela Gerência de Saneamento da Arsal.

“A Arsal fiscaliza a qualidade da água distribuída nos municípios regulados, prezando também pelo equilíbrio econômico-financeiro do ente regulado, por isso entendemos que essa ferramenta é muito importante. Com ela, a Companhia reduzirá vazamentos e as perdas físicas, combatendo as ligações clandestinas, diminuindo o desperdício e, consequentemente, ampliando sua receita para investimentos no sistema", completou o gerente.

Em Alagoas, o saneamento básico é regulado em 35 municípios que possuem Contrato de Programa e Convênio de Cooperação Técnica com a Casal e a Arsal:  Arapiraca, Craíbas, Lagoa da Canoa, Olho D’Água Grande, Igaci, São Brás, Feira Grande, Girau do Ponciano, Coité do Noia, Campo Grande, Ouro Branco, Santana do Ipanema, Poço das Trincheiras, Senador Rui Palmeira, São José da Tapera, Cacimbinhas, Monteirópolis, Olivença, Maravilha, Carneiros, Estrela de Alagoas, Jacaré dos Homens, Batalha, Piranhas, Pariconha, Olho D’Água do Casado, Inhapi, Delmiro Gouveia, Campestre, Messias, Santa Luzia do Norte, Barra de São Miguel, Palmeira dos Índios, Japaratinga e Pão de Açúcar.

 Para o registro de demandas, denúncias ou sugestões, usuários do serviço público podem procurar a Ouvidoria da Arsal, por meio do número de discagem gratuita (0800 284-0429); presencialmente (ambos funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h); online, no www.arsal.al.gov.br e por e-mail: [email protected], em qualquer hora ou dia da semana.


Fonte: Assessoria

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.