OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de janeiro de 2018

Opinião

24/02/2017 às 13:32

O Sertão vai virar mar

Ricardinho Santa Ritta (*)

Um antigo sonho do nordeste brasileiro está se concretizando nesses dias. E o sertão vai recebendo a água da Transposição do Rio São Francisco. Desde o último final de semana o Eixo Leste que é o setor da Transposição que levará água ao sertão de Pernambuco e Paraíba, começou a levar água, considerada por muitos milagrosa para o povo sertanejo. 

Imagino tantos e quantos nordestinos que sofreram sem água e sonharam por este dia. Alguns não estão vivos. Outros tantos se mudaram para centros urbanos, sejam as capitais nordestinas ou os grandes centros urbanos no conglomerado entre Rio e São Paulo. A Transposição do Velho Chico durou praticamente três décadas. Exatos o que eu tenho de idade, portanto, foi uma longa vida.Anos que se passaram com caminhões, concreto, máquinas e pedreiros. Com o sonho seco do pobre povo que precisou e esperou.

Eu, particularmente, me sinto honrado em neste momento fazer parte do Ministério da Integração Nacional que durante todos esses anos teve a contribuição de tantos brasileiros para que este feito fosse realizado. Brasileiros que sequer sabem da importância desta obra para o povo do nordeste.

E como alagoano também com sentimento de dever cumprido por ver avançar o Canal do Sertão Alagoano, uma das obras auxiliares da Transposição, que segue em ritmo e fluxo acelerado para fazer chegar água aos sertanejos justo em um momento de crise hídrica severa, onde há seis anos não se tem chuva na região e a falta de água que acomete hoje 77 dos 102 municípios do estado. 

Mas para o sertão virar mar, não podemos deixar o rio artificial que é o canal virar sertão. Há de ser ter fiscalização rigorosa combatendo quem retira água de maneira irregular. Existem Hoje mais de 1500 captações irregulares ao longo dos 120 km do Canal do Sertão. Mas o Ministério Público através da FPI - Fiscalização Preventiva Integrada - deve fazer as intervenções aos captadores irregulares do insumo mais importante para o sertanejo alagoano.

Portanto é assim, o Sertão virando mar com a inteligência e trabalho do homem.

(*) É secretário nacional de Irrigação do Ministério da Integração


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.