OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de agosto de 2018

Política

08/02/2018 às 17:13

Renan Filho anuncia pagamento antecipado da segunda faixa salarial

Governador lembra que a antecipação dos salários vai aquecer a economia do Estado durante o carnaval. (Fotos: Márcio Ferreira) Governador lembra que a antecipação dos salários vai aquecer a economia do Estado durante o carnaval. (Fotos: Márcio Ferreira)

Severino Carvalho

Os recursos referentes à segunda faixa salarial dos servidores públicos estaduais, ativos e inativos, serão creditados nesta sexta-feira (9) e os salários estarão disponíveis para saque a partir das 22h. O anúncio da antecipação foi feito pelo governador Renan Filho na tarde desta quinta-feira (8), em transmissão ao vivo (live), acompanhado da secretária especial do Tesouro Estadual, Renato Santos, e da deputada estadual Jó Pereira.

Os salários dos 35.450 servidores que integram a segunda faixa, entre ativos e inativos, correspondem a R$ 173.158.925,04, o equivalente a 49.93% do total da folha. A segunda faixa salarial inclui os funcionários que recebem vencimentos acima de R$ 2.340,00. 

“Como o dia do pagamento dos salários dos servidores cairia no meio do Carnaval, nós vamos antecipar. Enquanto o Brasil está ajoelhado para a crise, estados ricos sequer pagam salários e fornecedores, aqui em Alagoas, a gente, na contramão da crise, está antecipando o salário para melhorar o Carnaval de todo mundo: o Carnaval do comércio, de quem vai viajar e o Carnaval do próprio servidor”, disse Renan Filho, durante a transmissão pelo Facebook e o Instagram.

A deputada estadual Jó Pereira afirmou que o servidor público estadual alagoano está sendo tratado com respeito. “Vejo isso [a antecipação salarial] com muita alegria. Eu queria parabenizar a equipe da Secretaria da Fazenda, em conjunto com a gestão do governador Renan Filho, por dar essa condição ao servidor público de brincar o Carnaval já com o seu salário em conta”, declarou a parlamentar.

Renan Filho recordou ainda que, ao assumir a gestão estadual, a dívida pública de Alagoas para com a União representava 175% da receita corrente líquida.

“Hoje, no começo do ano, a dívida está em 95% da nossa receita corrente líquida. Ou seja, a gente reduziu pela metade o endividamento do Estado com a União. Isso é muito significativo, sobretudo num momento em que o principal problema da União é, justamente, o seu endividamento”, ponderou Renan Filho, ressaltando a solidez fiscal e os investimentos feitos pelo Governo do Estado, sobretudo nas áreas de Educação, Saúde, Segurança Pública e Infraestrutura.

“Na verdade, toda a parte de gestão fiscal do Estado vem sendo realizada desde 2015. Trata-se de um projeto de longo prazo no qual tivemos um planejamento. Nosso trabalho é focado não só para o corte de gastos, que não é essa a ideia; a ideia é o controle de gastos, gastos inteligentes para que sobrem recursos para investimentos em prol da sociedade alagoana”, detalhou Renata Santos.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.