OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 18 de novembro de 2019

Saúde

15/10/2019 às 15:09

Fisioterapeuta explica que hérnia de disco pode ser tratada sem medicamentos ou cirurgia

A maioria pode ser curada com o uso de terapias não agressivas A maioria pode ser curada com o uso de terapias não agressivas

Isa Mendonça

Má postura, obesidade, sobrecarga de utilização da coluna, o próprio envelhecimento natural do corpo e, sobretudo, o fator genético, estão entre os principais motivos que levam a hérnia de disco.

Na engrenagem do corpo humano, a coluna vertebral é composta por 33 vértebras, sendo 24 delas móveis, onde estão os discos, que são estruturas em forma de anel responsáveis por evitar o atrito entre uma vértebra e outra.

De modo simples, a hérnia é o esmagamento desse disco. De formação cartilaginosa e elástica, ele sai do lugar e extravasa para fora das vértebras fazendo com que haja um contato entre um osso e outro e surjam os sintomas, muitas vezes insuportáveis. 

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) apontam que ao menos 5,4 milhões de pessoas sofram com a hérnia de disco no Brasil. Os casos mais comuns surgem na região da cervical ou da lombar, por se tratar de áreas de grandes movimentos e que suportam mais cargas.

Em seu consultório, o fisioterapeuta-quiropraxista Elizalvo Neto acompanha diversas pessoas com hérnia de disco e confirma uma estatística brasileira: mais de 80% dos casos tendem a reduzir os sintomas sem a necessidade de medicamentos ou cirurgias.

A prática da quiropraxia é uma das terapias que fazem com que os pacientes voltem a sua rotina normal. “Segundo estudos, apenas 10% das hérnias de disco precisam de cirurgia. A maioria pode ser curada com o uso de terapias não agressivas, o que eu recomendo”, orienta Elizalvo Neto.

A quiropraxia pode ser aplicada em qualquer tipo de hérnia de disco, desde que bem avaliado o seu grau de desgaste. “A depender do tipo da lesão o paciente pode ser encaminhado para cirurgia, mas é bem raro”, explica o fisioterapeuta.

Além de fortes dores, um portador de hérnia de disco pode sentir formigamento, ter desalinhamento da coluna e quando está em crise perder a força dos membros inferiores e superiores, chegando até a não conseguir andar ou ficar em pé.

Segundo Elizalvo, as técnicas utilizadas pela quiropraxia resultam no realimento da coluna, redução da pressão sobre os discos, retorno do equilíbrio e alívio imediato das dores.   

Prevenção
A Prevenção é sempre o melhor remédio. “Mudanças de hábitos, não fumar, praticar atividade física, ter uma alimentação saudável e movimentar o corpo para lubrificar as estruturas da coluna são dicas infalíveis para evitar a hérnia de disco”, recomenda o quiropraxista.




Fonte: Ascom


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.