OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 21 de junho de 2018

Segurança

12/03/2018 às 07:43

PF cumpre mandados de prisão, busca e apreensão em Alagoas

Equipes da PF durante cumprimento de mandados no Sertão - Foto - Divulgação/PF Equipes da PF durante cumprimento de mandados no Sertão - Foto - Divulgação/PF

AL1

Funcionários públicos, dirigentes sindicais e intermediários estão sendo procurados nesta segunda-feira, em Alagoas, pela Polícia Federal.

A operação Terra Prometida cumpre 24 mandados judiciais nos municípios de Água Branca, Canapi e Delmiro Gouveia. São três mandados de prisões temporárias e 21 de busca e apreensão. Os alvos são suspeitos de fraldar benefícios de aposentadoria por idade rurais, pensões por morte rurais e salários maternidade rurais.

A Polícia Federal tem pistas e indícios suficientes para afirmar que o grupo criminoso, liderado por dois servidores públicos, vem agindo há pelo menos cinco anos. As investigações começaram em 2016, após denúncias recebidas pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência.

Rombo
Os primeiros levantamentos apontam que 21 benefícios foram obtidos fraudulentamente, gerando um prejuízo de mais de R$ 2 milhões. Com a prisão dos suspeitos a PF espera economizar algo e torno de R$ 3 milhões, que seriam pagos aos supostos beneficiários.

Os detidos na operação desta segunda-feira serão levados para a sede da Polícia Federal, em Maceió, e indiciadas por estelionato contra entidade de direito público, inserção de dados falsos no sistema de informações, formação de quadrilha, cujas penas somadas chegam a 14 anos de reclusão.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.