OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de outubro de 2018

Turismo

25/07/2018 às 13:40

Ocupação hoteleira do semestre já supera 2017

 (Crédito: Jonathan Lins) (Crédito: Jonathan Lins)

Com o aumento do dólar os brasileiros estão investindo em viagens dentro do próprio País, e Alagoas tem sido uma escolha constante. A prova disso é que a ocupação hoteleira do primeiro semestre de 2018, já supera a média do ano passado. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL), a média atual é de 73,19% contra 68,08% de 2017.

Mas embora a ocupação esteja em alta, a manutenção do valor da diária média e o crescimento no número de leitos têm atormentado o setor. O que pode parecer positivo para a economia, esconde uma preocupação dos empresários com o futuro do turismo alagoano. “Aparentemente estamos vivendo um crescimento, mas isso não significa que está tudo perfeito. A alta do dólar, que faz com que as pessoas escolham viajar dentro do Brasil e facilita a vinda de estrangeiros para cá, também provoca o aumento de todos os custos e as despesas da hotelaria aumentaram por anos seguidos acima de dois dígitos. Esse aumento não é repassado nas diárias, e um dos motivos é a alta concorrência, com a oferta de leitos com diária média inferior. Isso tudo gera uma bolha e a longo prazo pode reduzir a capacidade de investimento interno em manutenção e estrutura dos hotéis, tendo como ameaça a perda da qualidade da hotelaria, que hoje é um grande destaque para Alagoas.”, avalia Milton Vasconcelos, presidente da ABIH-AL.

Segundo ele, é preciso também que o poder público aumente os investimentos no turismo, tanto na captação de novos turistas, como na manutenção dos cuidados com a cidade. “É preciso que tanto Governo do Estado quanto prefeituras continuem investindo na divulgação do nosso destino, e cuidando do saneamento, da limpeza das praias, da segurança como um todo. Não podemos achar que está tudo muito bem e não pensar no futuro. A economia de Alagoas passa pelo turismo”, destaca.

Outro fator que vem influenciando o aumento da ocupação é o turismo de negócio. Com a atuação do Maceió Convention Bureau, Alagoas tem atraído diversos eventos como feiras, congressos, encontros e seminários. “É preciso prestar atenção a esses turistas, que é aquele que vem a trabalho e a estudo, mas é um potencial turista de lazer. Por isso, o trabalho conjunto da ABIH-AL e do Maceió Convention Bureau, tem como foco a atração desses turistas para nosso estado”, afirma Milton Vasconcelos.

Fonte: Conteúdo Mescla Assessoria


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.