OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 23 de setembro de 2018

Turismo

14/09/2018 às 18:56

Sebrae Alagoas promove Oficina de Atendimento Inclusivo para o Turismo

 Capacitação teve como proposta preparar o público para prestar melhores atendimentos Capacitação teve como proposta preparar o público para prestar melhores atendimentos

Oficina de Atendimento Inclusivo para o Turismo em AlagoasOficina de Atendimento Inclusivo para o Turismo em AlagoasO mercado está cada vez mais competitivo e o público ainda mais diversificado. Oferecer apenas tecnologia já não é mais o principal diferencial para as empresas que desejam se destacar, pois essa se moderniza rapidamente e o concorrente pode adquiri-la sempre que quiser. A qualidade na prestação de serviços e a consequente satisfação do cliente, então, passam a ser determinantes. Sabendo disso, o Sebrae em Alagoas realizou, nos dias 12, 13 e 14, a Oficina de Atendimento Inclusivo para o Turismo, voltada para representantes de empresas que atuam nesse setor no estado.

Ministrada por Jefferson Cunha, consultor credenciado ao Sebrae em Alagoas, a oficina teve com proposta criar as condições necessárias para um atendimento inclusivo, através de atividades e dinâmicas específicas. “O curso foi dividido em duas etapas. No primeiro momento, apresentamos aos participantes o que é inclusão social, os tipos de deficiências e as diferenças comportamentais que são encontradas. Já no segundo momento, eles vivenciaram, através de dinâmicas, a experiência de ser como essas pessoas”, explicou Jefferson.

Ainda de acordo com o consultor, as empresas não podem escolher quem querem atender. Antes, pensar em inclusão social era uma escolha; hoje, existem leis que determinam isso. “Se as empresas têm que atender a todos os públicos, é preciso fazer isso da melhor maneira possível. Precisamos começar a enxergar o mundo com outro olhar, pois ninguém é igual ao outro”, pontuou.

Amanda Pinto, analista da Unidade de Comércio e Serviços (UCS) do Sebrae em Alagoas, disse que essa ainda é uma oficina piloto e faz parte de uma demanda do trade turístico alagoano. “Nós estamos trabalhando alguns eixos de atuação no Projeto de Destino Turísticos Inteligentes (DTI). Entre eles, estão os eixos da sustentabilidade, acessibilidade e responsabilidade social. E isso vem ao encontro da forma de atuação do nosso projeto. Os empreendimentos, principalmente os turísticos, têm que saber atender esse público da melhor maneira. Por isso, nós formatamos essa oficina em parceria com a Unidade de Soluções e Educação Empreendedora (USEE)”, revelou.

Michelle Bulhões, analista da USEE, reforçou a parceria para a realização da capacitação. “Quando recebemos a solicitação para realizar a Oficina de Atendimento Inclusivo para as empresas de turismo, fizemos uma busca a nível nacional para oferecer o melhor conteúdo, para que as pessoas possam atender com qualidade e inserir a inclusão em suas respectivas empresas”, complementou.

Turismo e Sebrae

Entre os participantes da oficina estava Janny Klaysse de Oliveira, que atua no setor de controle e qualidade do Hotel Porto da Praia, que fica localizado no bairro da Ponta Verde. Ela revelou que a capacitação é uma ótima oportunidade de desenvolvimento para quem lida diretamente com atendimento ao público, e que os empreendimentos turísticos alagoanos precisam estar preparados.   

“As capacitações que o Sebrae promove, em especial essa, são uma forma de fazer com que as pessoas e os empresários que trabalham na área abram os olhos. Todo mundo precisa ser compreendido e bem atendido; pessoas não são objetos, e merecem ser tratadas bem. A capacitação despertou o nosso lado mais humano, e nos ensinou bastante”, concluiu Janny.

Ascom Sebrae Alagoas


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.