OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de julho de 2019

Turismo

19/06/2019 às 15:01

Governo investe em parceria com entidades para fortalecimento do turismo em Alagoas

Renan Filho assina termos de fomento a três entidades que atuam na promoção do turismo em Alagoas Renan Filho assina termos de fomento a três entidades que atuam na promoção do turismo em Alagoas

Petrônio Viana

O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, assinaram nesta terça-feira (18) os termos de fomento a três entidades que atuam na promoção do turismo em Alagoas. Com isso, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/AL), o Maceió Conventions & Visitors Bureau e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/AL) passam a contar, por mais um ano, com o apoio do Estado para desenvolver suas atividades.

Na avaliação do governador Renan Filho, o papel estratégico dessas entidades na atração de turistas é um dos fatores que contribuem para o fortalecimento da atividade verificado nos últimos anos, principalmente na capital alagoana.

“O turismo é uma das principais vertentes para o desenvolvimento de Alagoas. Fortalecer o turismo significa gerar empregos, dinamizar a nossa economia, aumentar a renda disponível no Estado. Hoje, assinamos três importantes convênios. Com a Abrasel, o Estado estimula novos negócios em bares, restaurantes, com a divulgação da nossa gastronomia, dos nossos centros de entretenimento. Com a ABIH, trabalhamos a propagação da imagem do Estado de Alagoas em outras regiões do Brasil para fortalecer a vinda de turistas. E o Convention Bureau colabora decisivamente, em várias frentes, com destaque na comercialização do Centro de Convenções do Estado. Eles fazem a divulgação do turismo de eventos e negócios, que é a vertente do turismo que traz gente com condições de voltar depois.

 Márcio Ferreira

“Nessa reunião, temos o Governo se conectando com a iniciativa privada para ganhar eficiência, se ramificar e chegar mais perto de quem empreende e de quem viaja no Brasil. O turismo é uma das atividades que mais cresce em Alagoas e, aqui em Maceió, diretamente, gera mais de 80 mil empregos. Essa parceria que fazemos com a iniciativa privada, organizada por meio dessas instituições, sem dúvidas é muito importante para aprimorar o trabalho que o Governo de Alagoas faz”, avaliou.

O apoio concedido por meio dos termos de fomento, de acordo com Renan Filho, será destinado à promoção de eventos gastronômicos, roadshows, workshops, capacitações, famtours e presstrips, ações que buscam ampliar a divulgação do Estado como destino turístico no Brasil e no exterior. Somente em 2018, diversos eventos trouxeram para a capital alagoana mais de 50 mil participantes e colocaram mais de R$ 70 milhões em circulação. “Quem conhece o seu cliente é o hotel, o bar, o restaurante. De maneira que a gente dá o incentivo para que eles façam isso”, observou Renan Filho, acrescentando que o Estado trabalha ainda na atração de novos voos para Alagoas, inclusive o primeiro voo regular da Europa direto para Alagoas, saindo de Portugal.

“Novos voos são fundamentais para que cheguem mais turistas. A falência da Avianca trouxe muitos problemas para o Brasil. Todos os estados brasileiros perderam voos, mas nós estamos recuperando essas linhas com os novos voos da Azul, da TAM e da Gol. E estamos lutando também pelos voos internacionais, em negociação final para trazer o primeiro voo regular da Europa para cá, que vai dar uma grande colaboração para o nosso turismo e na divulgação internacional de Alagoas”, disse o governador.

Renan Filho destacou ainda a articulação de diversas políticas públicas que tiveram impacto nos números alcançadas pelo turismo em Alagoas. “Maceió é hoje uma das cidades com as maiores taxas de ocupação hoteleira no ano todo, na alta e na baixa temporada. Várias coisas têm contribuído com isso, a redução da violência sem dúvidas foi fundamental. O mais significativo foi tirar Maceió do noticiário nacional, como capital mais violenta do Brasil. Essa mudança é muito importante. Além disso, temos o avanço do saneamento básico na capital. Ontem [segunda, 17] nós entregamos as obras em duas bacias muito importante da capital, a de Jacarecica e a de Cruz das Almas, que são diretamente ligadas ao turismo de Maceió, além de uma linha expressa que melhorou toda a rede coletora de Ponta Verde, Jatiúca e Pajuçara”, lembrou o governador.

 Márcio Ferreira

Segundo o secretário Rafael Brito, os incentivos fiscais do Estado para a setor do turismo, com destaque para a redução do ICMS sobre o Querosene de Aviação (QAv), também refletiram nos resultados do segmento. “Nosso crescimento no fluxo de turistas na baixa temporada se deve principalmente à redução do ICMS do QAv. A troca que foi feita com as companhias aéreas foi para iniciar especificamente uma operação de voos extras em julho. Então, só na Gol, por exemplo, temos 11 voos extras para esse mês. Mais sete da Azul, da Latam, mais quatro ou cinco. A expectativa para os próximos 12 meses é de que, com essa redução do ICMS do combustível, a gente não sinta a saída da Avianca do mercado”, explicou.

“No ano passado, nossa taxa de ocupação hoteleira foi de 74,5%, um número acima da média nacional e um dos melhores do Nordeste. Isso considerando o crescimento do número de leitos. Isso é muito importante porque, na medida em que estamos aumentando a oferta de hospedagem, conseguimos elevar a taxa de ocupação. E a diária média praticada em Alagoas não tem caído, continua adequada para que o hotel tenha fôlego e continue gerando investimento”, avaliou o secretário. 

Agência Alagoas

Comentários

crea-06e07
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.