OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de junho de 2022

Colunistas

Gustavo Mata Gustavo Mata
Especialista em gestão por resultado, publicitário e documentarista.
08/05/2022 às 15:20

O Segredo do NÃO na era do SIM

De forma geral, cada sociedade é o produto do período do tempo onde habita. Escapar da maré pode ser difícil, mas também pode ser recompensador...

Vivemos na Era da tecnologia e do convívio social virtual, onde as tendências estimuladas, as famosas trends, dizem a sociedade o que ela tem de fazer, o que é legal e o que está fora de moda. Esse tipo de atitude estimula algo interessante no ponto de vista social e antropológico: O comportamento de rebanho.

Esse tipo de comportamento ficou tão forte na população mundial que pode ser comparado à um vício, onde uma crise de abstinência (ficar fora da onda) pode desencadear atos insanos. Duvida? Entra aí no seu instagram e veja as novas “trends”. Gente fazendo careta, dancinhas e usando filtros de gatinho aparecem aos milhões. A sensação provocada pelo comportamento de rebanho é: se eu não fizer também, serei um pária social. Me lembrou até das famosas correntes de whatsapp, aquelas que se você não passar para 10 pessoas, uma desgraça vai acontecer com você. (rsrsrs)

Mas e no mundo Empresarial?

Tudo igual. Porque seria diferente?

Novas fórmulas administrativas milagrosas, modelos e tendências na comunicação com o público, regulações sociais, como o uso da linguagem neutra de gênero dentro de comunicações oficias, Ex.: 'todxs' e 'amigues' (quem diria que o Mussum sempre esteve certo, né?) e o mais impactante de todos: novos modelos de negócios revolucionários.

É com esse último que devemos ter extremo cuidado e onde devemos frear o impulso do comportamento de rebanho.

Vamos a lógica!

Em primeiro lugar ir pra onde todo mundo vai é uma atitude oposta ao sucesso. Ao menos cria um fator de extrema dificuldade. Se algo está sendo feito por milhares, seu esforço para diferenciar-se e ser escolhido será monstruoso.

Em segundo lugar isso implica em abandonar o que você está fazendo no momento ou ter de criar um segundo ou um terceiro time para lidar com o novo e desconhecido negócio. Outro risco para o fracasso e pode levá-lo ao esgotamento mental e financeiro.

A comunidade empresarial está perdendo algo muito importante para a Trend do comportamento de rebanho do mundo atual. Está perdendo o que sempre lhe fez forte: foco e capacidade de análise imparcial.

Em Resumo

Vou deixar o resumo nas palavras do falecido Steve Jobs, que definiu com precisão o assunto, talvez por ele mesmo ter sido o maior criador de tendências do mundo moderno. Um caso inverso do ditado ‘faça o que digo, mas não faça o que eu faço’, neste caso: faça o que ele faz!

“As pessoas pensam que foco significa dizer sim para o que você precisa se concentrar, mas não é isso. Significa dizer não às centenas de outras boas ideias que existem. Você tem de escolher com cuidado. Na verdade, estou tão orgulhoso das coisas que não fizemos quanto das coisas que fiz. Inovação é dizer não a 1.000 coisas.”

Steve Jobs

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2022 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.