OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 14 de novembro de 2018

Educação

18/06/2018 às 18:53

Diploma Legal alerta estudantes sobre caminho correto para regularização

O líder do Movimento Diploma Legal, João Catunda, fez um alerta, nesta segunda-feira, em entrevista a jornalistas. De acordo com o Movimento, enviar os documentos relativos à vida acadêmica para a Comissão de Triagem é o caminho mais seguro para os estudantes que sofreram o Golpe do Diploma.

A Comissão de Triagem é formada por representantes de entidades sérias e imparciais, como o Sindicato das Instituições Privadas, a Federação Brasileira de Órgãos de Defesa do Consumidor (Febracon), Conselho Estadual de Educação (CEE) e entidades parceiras. Esta comissão recebeu mais mil documentos e já iniciou as avaliações, caso a caso.

De acordo com João Catunda, o alerta se faz necessário para que os alunos não saiam de uma situação irregular e caiam em outra. “Sei que todos esperam uma resposta rápida, mas é preciso ter cuidado. Entrar em outra instituição sem a certeza de que não repetirá a história. Então, nós aconselhamos a ter um órgão isento dando esta segurança aos alunos. E hoje a Comissão de Triagem faz este papel”, declarou Catunda.

Para Catunda, existe também uma forma de se chegar à Comissão de Triagem de forma direta, o site www.diplomalegal.com.br. Lá, além das informações, há o espaço para se inscrever e depositar os dados da vida acadêmica devidamente organizados, que este aluno será direcionado à comissão.


Entenda o caso

Desde 2006, mais de 20 mil estudantes alagoanos cursaram graduação enganados por instituições de ensino superior que não tinham autorização para ofertá-la. O resultado são milhares de casos de diplomas que não são reconhecidos pelas entidades de classe, pelas repartições públicas e pelo mercado do trabalho. O Ministério da Educação veio em maio a Alagoas e identificou as irregularidades. O Movimento Diploma Legal surge da reivindicação de alunos e professores por justiça.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.