OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 17 de julho de 2018

Justiça

16/05/2018 às 08:01

Controle de armas será tema de palestra na Esmal na segunda-feira

Interessados devem realizar inscrição pelo site da Esmal até o dia 18/05. Arte: Pixabay Interessados devem realizar inscrição pelo site da Esmal até o dia 18/05. Arte: Pixabay

Carolina Amâncio

O diretor do Instituto Sou da Paz, Ivan Marques, estará em Maceió na próxima segunda-feira (21) para ministrar palestra sobre controle de armas e redução de homicídios. Ele irá participar do seminário 'Educação pela paz, cidadania e justiça – eu apoio!', promovido pela Escola Superior da Magistratura (Esmal), em parceria com a organização não-governamental Maceió Voluntário. O evento acontece no auditório da Esmal, a partir das 13h30, e será aberto ao público. 

Além da palestra de Ivan Marques, o seminário terá a contribuição da especialista em educação Rita Ippolito, que falará sobre Direitos Humanos e educação; do juiz coordenador do Programa Cidadania e Justiça na Escola (PCJE) da Esmal, Anderson Passos, que tratará sobre cidadania e justiça na construção da paz; e da presidente do Maceió Voluntário Maristela Pozitano, cujo tema de apresentação será a educação pela paz. 

Para garantir o certificado de 4 horas, o participante deve realizar inscrição pelo site da Esmal, pelo endereço http://eventos.esmal.tjal.jus.br/publico/detalhes/35, até sexta-feira (18). 

Instituto Sou da Paz

O Instituto é uma organização que há mais de quinze anos trabalha para reduzir a violência no Brasil. Sua missão é contribuir para a efetivação de políticas públicas de segurança e prevenção da violência que sejam eficazes e pautadas pelos valores da democracia, da justiça social e dos direitos humanos.

Atualmente, o Sou da Paz prioriza a redução dos crimes de homicídio e de roubo. Ivan Marques, diretor executivo do instituto e ativista pelo desarmamento, defende o controle de armas de fogo, instrumento usado em 56% dos assassinatos registrados no Brasil, para deter a epidemia de mortes violentas da juventude. 


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.