OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de outubro de 2018

Justiça

10/10/2018 às 13:46

Acusado de tentar matar morador de rua a pedradas é condenado a 9 anos de reclusão

Jurados acataram a tese da Promotoria e condenaram o réu por tentativa de homicídio. Arte: Dicom    Jurados acataram a tese da Promotoria e condenaram o réu por tentativa de homicídio. Arte: Dicom

Diego Silveira

O réu Claudevan Veríssimo dos Santos foi condenado a nove anos, dez meses e 15 dias de reclusão pela tentativa de homicídio praticada contra o morador de rua Claudemir dos Santos Lopes, em 2014, no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió. O julgamento ocorreu nessa segunda-feira (8), no Fórum do Barro Duro.

“No caso em comento, vê-se que as consequências do delito são graves, haja vista que a vítima ficou internada por período considerável, apresentando como consequência deformidade no crânio, comprometendo sobremaneira a sua saúde”, afirmou o juiz John Silas da Silva, que conduziu o júri popular. Claudevan dos Santos deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado e não poderá apelar em liberdade.

O caso

O crime ocorreu no dia 3 de dezembro de 2014, por volta das 3h, em um posto de gasolina no bairro Gruta de Lourdes, em Maceió. De acordo com os autos, o réu desferiu pedradas na cabeça da vítima, que foi socorrida e levada ao hospital.

Em depoimento, Claudevan confirmou o crime. Ele disse que dias antes foi para o referido posto, onde ficou bebendo. Como estava embriagado, acabou dormindo no local, e teve seus pertences furtados. O réu acusou a vítima de ter levado um perfume, um desodorante, creme de cabelo, escova, cinto, outros pertences pessoais e a quantia de R$ 38.

No dia do crime, Claudevan encontrou Claudemir e ambos iniciaram uma discussão. O réu afirmou que estava sob efeito de álcool e outras drogas quando pegou uma pedra e desferiu golpes na cabeça do morador de rua.

Matéria referente ao processo nº 0800822-63.2016.8.02.0001

Dicom TJAL


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.