OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 12 de dezembro de 2018

Justiça

05/12/2018 às 13:10

Aprovados para estágio em Direito no TJAL participam de treinamento obrigatório

Desembargador Fernando Tourinho, diretor-geral da Esmal, conversou com estudantes aprovados. Foto: Carolina Amâncio Desembargador Fernando Tourinho, diretor-geral da Esmal, conversou com estudantes aprovados. Foto: Carolina Amâncio

Carolina Amâncio

Mais de 350 candidatos aprovados no processo seletivo para estágio em Direito no Poder Judiciário de Alagoas participaram, nesta segunda-feira (3), de treinamento obrigatório. Aqueles que, injustificadamente, não compareceram ao treinamento, realizado pela Escola Superior da Magistratura (Esmal) no Pleno do Tribunal de Justiça (TJAL), foram eliminados do certame. Inscritos para cadastro de reserva do polo de Maceió, os estudantes agora irão aguardar as convocações, que devem ter início já no mês de janeiro de 2019 e serão feitas à medida que surgirem vagas no Judiciário.

Um dos participantes da capacitação foi o jovem Benedito Alves da Silva Neto, de 20 anos. O estudante do 5º semestre de Direito em uma universidade privada da capital espera obter, no Judiciário, uma experiência diferente das que já acumulou enquanto estagiário de escritório de advocacia e do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Alagoas (Ipaseal). “Aqui poderei conhecer o trabalho de magistrados, de desembargadores, o que vai me dar a oportunidade compreender como se dá uma sentença, como tudo funciona. Isso vai me proporcionar uma ideia melhor sobre as carreiras, o que me ajudará a escolher com mais consciência a que irei seguir quando chegar o momento”, disse. 

A estudante Patrícia Bandeira Carrilho, de 28 anos, que reside em União dos Palmares e foi aprovada para compor cadastro de reserva no mesmo município, espera ter a sua primeira experiência de estágio no TJAL. “Só quero aprender mais e ter uma experiência rica convivendo, de fato, com o Direito”, afirmou. 

Benedito Alves da Silva Neto, de 20 anos, foi um dos estudantes aprovados que participaram do treinamento obrigatório. Foto: Carolina Amâncio

Palestrantes

Para o desembargador Tourinho, o estagiário é uma mão de obra que ajuda bastante o Judiciário, dando apoio a magistrados e a todas as equipes de trabalho. “Em contrapartida, esses jovens recebem apoio, pois os estudantes conseguem escolher melhor a profissão que irão seguir dentro de suas áreas de conhecimento”, explicou. 

Fernando Tourinho lembrou ainda que o último processo seletivo para estágio em Direito, com provas realizadas em Maceió e em Arapiraca, resultou de um esforço da Esmal paea interiorizar as oportunidades, evitando que estudantes de cidades mais distantes da capital tivessem que arcar com as despesas de deslocamento para a realização da prova. Os candidatos aprovados para o polo de Arapiraca ainda irão passar pelo treinamento obrigatório no dia 13 de dezembro, às 14h, no Salão do Júri do Fórum de Arapiraca, situado na Rua Samaritana, 190, Santa Edwirgens, Arapiraca.

O magistrado Alberto Jorge Correia, coordenador geral de cursos da Esmal, foi um dos palestrantes do treinamento e tratou de algumas técnicas de decisão judicial. “Falei com eles especialmente sobre noções de clareza e de precisão nas minutas de despachos, decisões e sentenças que eles devem elaborar”, destacou. 

Já o juiz Anderson Passos, coordenador de projetos especiais da Esmal, falou com os estudantes sobre os direitos e deveres dos estagiários e sobre a responsabilidade que eles terão com as informações às quais terão acesso no exercício de suas atividades. “Também conseguimos tirar dúvidas sobre horário, bolsa, convocações e outras noções gerais que complementam a formação do estagiário e aumenta a segurança deles para que comecem uma trajetória de sucesso no Judiciário”, resumiu. 


Esmal TJ/AL


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.