OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 13 de dezembro de 2019

Justiça

02/12/2019 às 14:51

Justiça do Trabalho realizará leilão de bens nesta terça e na quinta

O Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) realizará, nos dias 3 e 5 de dezembro, a quarta etapa anual de leilões de bens móveis e imóveis penhorados para a quitação de dívidas trabalhistas. A hasta pública acontecerá nos dois dias a partir das 9h, no miniauditório do 2º andar do Fórum Pontes de Miranda, sede do Regional, Avenida da Paz, nº 2076, Centro. 

No site do Regional Trabalhista, os interessados poderão acessar o Caderno de Bens com os vários itens que poderão ser arrematados nas hastas públicas: terrenos, apartamentos, casas, automóveis, televisores, monitores, aparelhos de ar-condicionado, frigobares, geladeiras, mesas, cadeiras etc.Na relação dos imóveis, destacam-se um apartamento de 64,22 m², num edifício localizado na Rua Vital Barbosa, nº 746, Pajuçara, avaliado em R$ 190 mil; um terreno de domínio direto do Estado situado no Tabuleiro do Pinto, nº 3, quadra D, no loteamento São Caetano, com área total de 2.400m², no valor de R$ 490.190,40. 

Quanto aos bens móveis, destacam-se um veículo Fiat Toro, Volcano, AT D4, ano fabricação 2016, modelo 2017, avaliado em R$ 85 mil; um ônibus Mercedes Benz, ano 2005, avaliado em R$ 40 mil; um Fiat StradaWorking, ano 2014/2014, Flex, avaliado em R$ 26 mil. 

Também constam na lista uma máquina guilhotina semiautomática industrial, avaliada em R$ 5 mil reais; uma máquina OFFSET industrial, cujo valor de avaliação é de R$ 3.500,00; uma máquina de solda MIG 408, com voltagem em 220/380/440Volts,avaliadaem R$ 16 mil reais; 24 carteiras escolares infantis com estrutura em ferro, mas com assento, encosto ebraço em fórmica, com valor unitário de R$ 115,00, totalizando R$ 2.760,00. Acesse aqui o edital do leilão.

Como participar - A habilitação do interessado em participar do leilão dar-se-á mediante cadastro minutos antes de seu início. Os bens poderão ser arrematados à vista, com um sinal de 20% e os 80% restantes a serem pagos em 24h. O parcelamento só é admitido em casos de bens imóveis, se o lance for igual ou superior ao da avaliação, sendo 30% à vista e o saldo remanescente parcelado em até 30 meses, dependendo do valor e sempre a critério do juízo. O bem será entregue livre e desembaraçado.


Ascom TRT-AL


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.