OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de outubro de 2018

Turismo

23/05/2018 às 15:01

Turismo em Alagoas pode ganhar força com alta do dólar

Turistas na bela Trilha do Visgueiro, em Maragogi Turistas na bela Trilha do Visgueiro, em Maragogi

Thiago Tarelli

As viagens ao exterior devem se tornar mais caras com a disparada do dólar. Com isso, o turismo interno brasileiro pode ganhar força, beneficiando diretamente o Destino Alagoas, reconhecido nacionalmente como um dos mais procurados do país. O dólar turismo chegou a R$ 3,95, com alta de 1,02%, na última sexta-feira (18). Enquanto o dólar comercial, usado no comércio exterior, fechou o dia cotado a R$ 3,74, com um aumento de 1,04% em relação ao dia anterior. A alta acumulada da semana chegou a 3,85%.

Com o dólar mais caro, o Destino Alagoas acaba se tornando mais barato que seus concorrentes internacionais como países do Caribe e Europa. É o que afirma o superintendente de turismo da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Paulo Kugelmas. “Comercialmente a alta do dólar será uma vantagem para Alagoas, que tem se destacado como um dos principais destinos do país. Esperamos uma alta nas vendas do destino de cerca de 15%, tendo em vista que nossos principais concorrentes internacionais terão sua operação encarecida”, explica o superintendente Paulo Kugelmas.

Promoção do Destino

O secretário Rafael Brito, explica que as ações de divulgação e promoção do Destino Alagoas seguem acontecendo dentro e fora do país.

“Nesta semana iremos participar de mais uma feira de turismo, a BNT Mercosul, que será realizada em Santa Catarina e contará com um stand do Destino Alagoas. Esta é a quinta feira do ano, onde iremos capacitar agentes de viagens para que vendam nosso Destino em agências de viagens de todo o país. Um dos argumentos para venda, além das nossas belezas e infraestrutura turística, será o custo benefício já reconhecido com um dos melhores do país, com o dólar alto isso ganha ainda mais força. Todo este trabalho será essencial para vencer a sazonalidade do setor e para geração de renda e oportunidades de trabalho na cadeia produtiva do turismo”, ressalta Rafael Brito.

Ascom Sedetur


Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.