OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 28 de outubro de 2020

Artigos

16/10/2020 às 17:50

Cuecas de plantão

Geraldo Câmara (*)

É danado como elas, as cuecas têm mudado de função nos últimos tempos. Como a metodologia e a criatividade de determinada classe de brasileiros começou a descobrir funções outras nas famosas cuecas que já tiveram o nome de ceroulas e eram bem mais compridas. Será que a corrupção era maior naqueles tempos? E elas são famosas desde os idos da Roma antiga. 

Criadas para esconder as partes íntimas do homem com alguns preservando a frente e outros nem preocupados em preservar atrás, as cuecas tiveram muita história e muita estória ao longo dos séculos. Hoje elas passaram a ser usadas como um cofrinho inteligente cujos segredos eram preservados pela inocência ou pela certeza de que os semelhantes só procurariam desvendá-los se devidamente autorizados pelo proprietário e assim mesmo de maneira íntima e bem preservados da população em geral. 

Mas a Polícia Federal, que não é boba nem nada, lembrando-se de antecedentes de um certo cidadão, achou de levar em conta isto quando entrou na casa de outro cidadão, gordinho, senador da república e que mais gordinho estava exatamente da cintura pra baixo. Esbanjando enchimento suspeito o dito senador na sanha de querer esconder o precioso guardado acabou por ceder às garras do lobo guará que o deveria estar incomodando, principalmente no momento em que, diante da cena policialesca era óbvio que seus intestinos já estivessem prestes a manchar as paredes do dito cofrinho. 

Segredos confiscados, cofres vazios, o pobre senador vai ter que amargar a perda de seus míseros 30 mil reais retirados do povo para sua privadinha portátil.


(*) É jornalista, apresentador de TV, publicitário, escritor e diretor de comunicação do TCEAL
 

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.