OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 28 de outubro de 2020

Política

29/09/2020 às 20:11

Promotoria de Justiça arquiva denúncia contra Prefeito Davi Brandão

A Promotoria de Justiça de Viçosa encaminhou um relatório arquivando Inquérito Cívil Público contra o prefeito Davi Brandão, acusado de superfaturamento na compra de itens de higienização contra o novo coronavírus, em especial o item álcool em gel 70% de 500 ml. A recomendação foi do promotor Adriano Lima. 

De acordo com o relatório que apresenta a justificativa para o arquivamento, foi constatado que as compras ocorreram mediante a atividade orçamentária de enfretamento de emergência à Covid-19, dentro do Programa Saúde para Todos, com verbas do Fundo Municipal de Saúde, por isso dispensou licitação.

A gestão municipal realizou a pesquisa do material desejado em diversas empresas para fins de comparação de preço, e em muitas delas os materiais de higienização estavam indisponíveis, o que comprova o esvaziamento do mercado tendo em vista a busca generalizada e coletiva pelos produtos. 

O relatório também cita que houve uma disparada nos preços de álcool em gel 70% e máscaras de proteção a partir de março de 2020, de acordo com a lógica do mercado e a lei de oferta e procura, quando as medidas de isolamento social e as recomendações de prevenção à doença cresceram drasticamente em todo o país. 

Diante disso, a gestão municipal e a secretaria municipal de Saúde não cometerem qualquer extorsão ou superfaturamento, uma vez que a alta nos preços dos produtos foi um fenômeno mundial. Assim, o promotor ressalta não ter encontrado quaisquer indícios de fraude junto à empresa contratada para a aquisição dos produtos.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.