OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de outubro de 2018

Direitos Humanos

27/09/2018 às 09:46

Envelhecimento saudável é abordado no curso de Educação para Aposentadoria

Equipe da CQVT/Siass, responsável pelo curso Equipe da CQVT/Siass, responsável pelo curso

Diana Monteiro

Envelhecer com saúde física, orgânica e emocional pautou a palestra do geriatra Davi Fonseca, do Hospital Universitário (HU), ao discorrer sobre a temática Vivenciando a Senescência: alguns aspectos biológicos, no primeiro dia do Curso Educação para a Aposentadoria - Novos Rumos. O curso teve abertura no Centro de Interesse Comunitário (CIC), na manhã desta quarta-feira (26) e é uma ação da Coordenadoria de Qualidade de Vida no Trabalho (CQVT) e Unidade do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde (Siass), da Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progep), da Universidade federal de Alagoas.

Na oportunidade, o geriatra apresentou orientações para uma vida saudável, que passa por ações de prevenção e cuidados à saúde, como hábitos saudáveis, a exemplo de atividade física e alimentação. Davi Fonseca citou alguns malefícios para a saúde, como tabagismo, álcool, consumo de gorduras de origem animal e alimentos industrializados.

Ao falar sobre atividade física ele enfatizou que os exercícios mantêm o cérebro ativo e têm que contemplar atividade aeróbica, como caminhada, e anaeróbica, para o ganho de força, a exemplo de pilates, academia e hidroginástica. "A caminhada, de leve à moderada, o ideal é de 30 minutos semanais, agregada à atividade anaeróbica, duas vezes por semana”, frisou.

Outra orientação aos participantes do curso foi quanto à importância da imunização citando as vacinas: antitetânica (dT), anti-pneumocócica (após os 65 anos), a anti influenza  (anualmente, a partir dos 60 anos) e a para Herpes-Zoster. “Os exames de rastreio também são importantes porque têm como finalidade identificar e permitir o tratamento precoce das doenças mais frequentes. É necessária, ao menos, uma consulta médica anual a partir dos 30 anos, ou a critério médico”, orientou Fonseca.

A necessidade de suporte social/psicológico no processo do envelhecimento saudável também foi abordada como importante pelo geriatra: “O isolamento social e a falta de relações pessoais são fatores de maior morbidade, mortalidade e declínio funcional do idoso. Fazer parte de um sistema social é um determinante importante para a longevidade”, afirmou o palestrante.

Aspectos legais

Em seu primeiro dia, o curso contou com a participação de representantes do Departamento de Administração de Pessoal (DAP), com foco na programação deste ano que contemplou também entre as temáticas: Aspectos legais relacionados à aposentadoria; planejamento financeiro; significado do trabalho, identidade e valores; relacionamentos familiares e conjugais na aposentadoria; e vivenciado a senescência.

Educação das emoções foi o foco da palestra proferida pelo servidor da Pró-reitoria de Gestão Institucional (Proginst), Rafael Duarte, que distribuiu, na oportunidade, aos participantes o texto motivacional intitulado Quem tem medo da aposentadoria? A temática pautou e encerrou o debate na manhã do primeiro dia do curso. As atividades do segundo dia serão realizadas no Clube do Sintufal, em Marechal Deodoro.





Fonte: Ascom Ufal

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.