OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 19 de outubro de 2019

Direitos Humanos

25/06/2019 às 18:16

Projeto de extensão ajuda nas mudanças urbanas de comunidade Sem Teto

Projeto Labiboca na ocupação Dandara Projeto Labiboca na ocupação Dandara

Janyelle Vieira - estagiária de Jornalismo

Integrantes do grupo de pesquisa e extensão Núcleo de Estudos do Estatuto da Cidade (Nest) por meio de seu projeto de extensão Laboratório de Intervenção em Bairros e Ocupações de Alagoas (Labiboca), e com o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) realizaram uma manhã de debates na ocupação Dandara, no Benedito Bentes, em Maceió. A atividade, realizada no último dia 15 de junho, teve o objetivo de ouvir os sonhos e os problemas que afetam a vida dos ocupantes, e elaborar um projeto de desenvolvimento e habitação para a comunidade que, em processo de luta, garantiu um terreno para abrigar 500 famílias sem teto. 

O evento contou com a colaboração de cerca de 80 estudantes de graduação e pós-graduação, além de professores dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Alagoas. 

De acordo com os envolvidos, o objetivo do projeto de extensão é desenvolver um trabalho arquitetônico e urbanístico que seja inclusivo, amigo do ambiente e propulsor de oportunidades para melhorar a vida das pessoas que residem na ocupação e sonham com uma moradia de qualidade. 

No evento, os estudantes conheceram o território e fizeram um levantamento da condição ambiental do local, quanto à biodiversidade, água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos e reuniram informações para a confecção do Plano de Desenvolvimento Resiliente da comunidade, um dos subprodutos resultantes da extensão. Além disso, eles puderam conhecer o rio que passa ao fundo do terreno, um potencial turístico e econômico para a comunidade. 

O Labiboca e a comunidade elegerão quatro projetos para serem executados de imediato no assentamento com soluções paliativas para melhorar o dia a dia dos ocupantes antes da implantação do projeto completo. Também será entregue à comunidade o Plano de Desenvolvimento Resiliente e serão ofertados cursos para capacitação dos moradores, como a elaboração de projetos, cooperativismo e bioconstrução.




Fonte: Ascom Ufal

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.