OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 21 de agosto de 2017

Economia

10/08/2017 às 15:42

Ufal participa de debates sobre energia e política energética para Alagoas

Primeiro ato do Teatro de Energia, realizado no Clube de Engenharia de Maceió Primeiro ato do Teatro de Energia, realizado no Clube de Engenharia de Maceió

Diana Monteiro

Com o tema Suprimento de energia ao Nordeste: A solução por Alagoas o debate marcou o primeiro ato do Teatro da Energia, promovido pelo Clube de Engenharia, no final de julho, tendo como público-alvo estudantes, engenheiros, pesquisadores, técnicos e sociedade em geral. Para oportunizar à comunidade maior conhecimento sobre o assunto, as discussões transcorrem esta semana, com entrevistas no programa de televisão local Bartpapo, conduzido pelo apresentador Geraldo Câmara. Abrirá o programa a entrevista com o professor André Aquino, do Instituto de Computação (IC), da Universidade Federal de Alagoas e presidente da Comissão Interna de Conservação de Energia (Cice), da instituição.

Segundo André Aquino, a iniciativa para a criação do Teatro da Energia, foi do professor Geoberto Espírito Santo, também da Ufal, tido como uma das referências da área. Destacou que a dinâmica de trabalho definida é dividir os debates em seis atos, o primeiro já realizado, tendo como local o Clube de Engenharia, no bairro do Farol.

Quanto à exibição no programa Bartepapo, André destaca que é um desdobramento da importante ação de interesse da sociedade. E frisa: “Iniciado na segunda-feira, até sexta-feira, dia 11, o programa exibe a partir das 12 horas, entrevista de 30 minutos, cada dia com uma pessoa diferente. A entrevista é reapresentada no mesmo dia às 19h30 e meia-noite”, diz.

Além dele, os entrevistados desta semana são: Aloísio Ferreira, presidente do Clube de Engenharia de Alagoas; Danúbio Lacerda, do Núcleo de Energia da Federação das Indústria do Estado de Alagoas (Fiea); Alberon Toledo, do Grüne Energie do Brasil; e Fábio Loureiro, diretor geral da Caixa de Assistência dos Profissionais dos Conselhos Regionais do Estado, conhecida como Mutua.

Acrescenta que a discussão em torno da temática geral objetiva: discutir energia e política energética mostrando a sociedade os diversos pontos de vista sobre o tema a ser enfocado; acompanhar o desenvolvimento da regulação do setor e manter atualizado os diversos segmentos dos setores econômicos e sociais do Estado de Alagoas; identificar nichos e possibilidades de negócios que podem decorrer da troca de ideias e informações sobre as necessidades da população referentes à produção e uso de energia.

Também, coletar informações para encaminhamento de ações que possam estimular o investimento no desenvolvimento da energia e dos recursos energéticos existentes no Estado de Alagoas; e estimular a sociedade alagoana, pelo conhecimento mais aprofundado das questões energéticas, a prática do exercício da cidadania energética.

GT Energia da Ufal

Em julho de 2016 foi criado na Universidade Federal de Alagoas o Grupo de Trabalho em Energia com o objetivo de mapear, acompanhar e propor ações relacionadas à eficiência energética e geração distribuída na instituição, inicialmente composto por 22 pessoas representantes de nove unidades acadêmicas, além de membros da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propep) e Superintendência de Infraestrutura (Sinfra).

A Ufal oferta o curso de graduação em Engenharia de Energias Renováveis, o curso de Mestrado Profissional em Energia da Biomassa e na área de pesquisa o Programa de Melhoramento da Cana-de-açúcar (PGCA) e o Laboratório de Computação Científica e Análise Numérica, que atua na área de petróleo e gás. Há também pesquisas, por grupos individuais, nas áreas de energia da biomassa, biodiesel, eficiência energética, geração fotovoltaica e eólica, dentre outros.

A comissão permanente da Cice/Ufal, presidida por André Aquino, é formada pelos seguintes professores: Márcio Cavalcante e Igor Cavalcante, do Centro de Ciências Agrárias (Ceca); Wellinsílvio Costa dos Santos, do Centro de Tecnologia (Ctec); Heitor Soares Ramos, do Instituto de Computação (IC); e Cícero da Silva, do Campus do Sertão.





Fonte: Ascom Ufal



Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.