OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 13 de dezembro de 2017

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) é editor-geral do AL1.
10/10/2017 às 09:41

Não olhe as vestes do aliado, foque no posicionamento do adversário

A loira é a mulher que mais surpreende o imaginário masculino. Também causa muitas decepções. Não pela fama de “burra”, o que é um crime contra as galegas, mas porque encantam pela cor dos cabelos. Namorar ou ficar com uma loira não é comum, por isso mexe com o imaginário dos caras.

Já um sujeito bem vestido chama a atenção da mulherada. A capa do camarada é a arma masculina mais bem-sucedida. A segunda é o bom e fantasioso bate-papo. Elas não resistem.

Na política, loiras e bem vestidos não têm o mesmo valor comercial do cotidiano. Mas ainda há quem preste muita atenção na forma de vestir do aliado. Quando esse fenômeno acontece é porque os olhos do líder não estão focado no seu potencial.

Político bom é aquele que se comunica bem, que promete e cumpre. Contar causos e promover tiradas fazem todos cair na gargalhada. É uma arma que funciona, mas não decide.

O problema é que o riso coletivo esconde muitas verdades. É um sinal de que as aparências enganam tanto quanto uma loira vista de longe ou um malandro bem vestido.

Atenção ao ponto central
O adversário não vai sorrir diante do confronto. Quando este fenômeno acontecer é porque:
Ou ele está com medo do oponente...
Ou porque o outro lado já está abatido.

Por enquanto, apenas uma das opções está correta.

Por tanto: PRESTE A ATENÇÃO NO POSICIONAMENTO DO ADVERSÁRIO.

As vestes do aliado são só um estilo ou desleixo.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 3028-7338 (Redação)

© 2017 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.