OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 22 de agosto de 2018

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
08/08/2018 às 17:30

Em prisão domiciliar, ex-prefeito Adalberon de Moraes volta à política

O ex-prefeito Adalberon de Moraes está de volta ao trabalho cotidiano das ruas, graças à decisão judicial que lhe concedeu prisão domiciliar. Condenado pela Justiça Estadual, por crimes cometidos durante seu mandato - governou Satuba de 1997 até 2003 - ele articula, nos bastidores, para voltar ao comando do município.

Chocou Alagoas
No último ano do mandato, após uma série de denúncias sobre desvio de verbas na Educação de Satuba, o professor Paulo Bandeira foi assassinado. Adalberon foi apontado como mandante e condenado a 34 anos e 4 meses de prisão em regime fechado. Dois militares também foram condenados.

Em abril de 2012, o ex-prefeito foi condenado pela Justiça Federal a 62 anos de prisão pelos desvios do Fundef e por fraudes licitatórias e apropriação de recursos públicos federais pelos Ministérios da Educação, da Saúde e das Cidades, como denunciou o Ministério Público Federal.

Mesmo com o histórico de perversidade e malversação do dinheiro público, Adalberon de Moraes mantém a simpatia de eleitores fiéis, o que tem preocupado o prefeito Paulo Acioly.

Comenta-se na cidade que o ‘fantasma’ de Adalberon nunca deixou a política satubense, pois todas as campanhas que o sucederam ressuscitavam a fama de prefeito “empreendedor” e popular. Com a prisão domiciliar e a proximidade com as pessoas, Adalberon provocou a antecipação das movimentações eleitorais municipais de 2020.

Casa cheia
Diariamente Adalberon recebe a visita de dezenas de pessoas, em sua residência, no Centro da cidade. Eleitores antigos não perdem a oportunidade de ir à casa do ex-prefeito para “trocar ideias”, além de ouvir promessas de retorno à política. Em troca, o tradicional assistencialismo entra a cena: botijões de gás, contas pagas, alvenaria, tijolo e demais benesses são prometidos.

Embate nas redes
A peregrinação eleitoral está incomodando o prefeito Paulo Acioly, que já esbravejou sua revolta em grupos nas redes sociais. Acioly e Moraes são rivais de outrora. O atual prefeito liderava a oposição, quando Moraes era prefeito. 

Eleição antecipada
Reeleito em Satuba, Paulo Acioly já trabalha a sucessão. Aparecem como opções o vereador Luiz Carlos (PSD) e o secretário municipal de Saúde, Diogenes José Neto – tido como preferido por sua popularidade. 

Caso aconteça o impedimento de sua candidatura, Adalberon de Moraes já articula a estreia da filha, Mariá de Moraes, como candidata a conduzir os destinos de Satuba a partir de 2020.

Alô, Satuba!

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2018 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.