OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 25 de maio de 2019

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
13/05/2019 às 08:32

Em ato raro, de grandeza e maturidade política, Renan Filho age com a razão

Politicamente falando, Renan Filho erra muito mais do que acerta. Politicamente falando na modalidade relacionamento com os iguais – falo da classe política.

Com relação ao apedrejamento generalizado na Braskem, apontada pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) como causadora das rachaduras que envolve os bairros Pinheiro, Bebedouro e Mutange, o governador pede cautela e se mostra disposto a não abrir mão da Braskem. Talvez orientado pelo secretário da Fazenda, George Santoro, ele sabe do risco de colapso e que a paralisação provocará uma série de perdas e desemprego em massa.

Todos sabem que quem defender a Braskem, neste momento, corre sério risco de apedrejamento político. Talvez por isso JHC – pré-candidato a prefeito da capital -  tenha optado pelo silêncio.

Pesos e medidas
Renan Filho e Rui Palmeira ainda não sabem o tamanho do impacto social e econômico, mas certamente farão o possível para que a Braskem não desista de Alagoas. Chesf, Algás e toda cadeia do plástico, por exemplo, seriam duramente afetados. São, em média, mais de 80 empresas e 10 mil empregos diretos.

Uma nova batalha já está em andamento.

Comentários

Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação)

© 2019 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.