OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 28 de fevereiro de 2020

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
22/01/2020 às 08:39

“Mala Preta” vai pagar a eleição de Arapiraca. Quanto custa assumir o Governo do Estado por 12 meses?

Se em Maceió a eleição será definida pelas escolhas dos dois principais grupos dominantes na capital, liderados por Rui Palmeira e Renan Filho, em Arapiraca o pleito já ganhou o reforço da famosa, badalada, esperada e decisiva MALA PRETA.

Na capital do Agreste, segundo maior colégio eleitoral do Estado, as decisões – diferente do que ocorre em Maceió – têm como pilar volumosas quantias em dinheiro, sem declaração, mas com origem identificada.

Principal nome da oposição ao prefeito Rogério Teófilo, que não se sabe se vai à reeleição, o deputado Ricardo Nezinho é, de longe, o favorito. Seu adversário nos bastidores, imagine, não é o vice-governador Luciano Barbosa, com quem mantém linha direta na política e vida pessoal.

Politicamente desgastado - desde sempre -, a última operação da Polícia Federal, que prendeu sua filha e genro, acusados de corrupção na saúde estadual, fez a roda girar 360 graus. Figura de confiança extrema do senador Renan Calheiros, o vice-governador é o personagem ideal (na visão de Renan) para assumir o governo, numa eventual candidatura de Renan Filho ao Senado, em 2022. Se acontecer – há quem duvide – Luciano daria a volta por cima ao assumir o comando do Estado. Seria, sem dúvida, seu último momento, mas terminaria a curiosa carreira política no auge. Só que a decisão não é dele.

Mala preta em ação
O grupo liderado pelo MDB sabe que precisa recuperar o comando em Arapiraca. Mas, por vias normais, não será tão fácil. É aí onde uma ajuda do adversário fará toda diferença. Pois é; é política; é fantástico.

A capital do Agreste tem Severino Pessoa na Câmara Federal, Ricardo Nezinho, Tarcizo Freire e o apagadíssimo Breno Albuquerque na Assembleia Legislativa. Com exceção de Breno, os três podem disputar a prefeitura, mas tudo indica que apenas Tarcizo será oficializado.

Nezinho é o melhor nome do MDB. Tem a confiança dos Renan’s, de Luciano Barbosa e até de nomes da oposição. Quer ser prefeito, mas não tem autoridade para bater o martelo e decidir por si. É aí onde a estratégia entra em ação, com o reforço decisivo da famosa MALA PRETA, que já está disponível e percorrendo trecho. A proposta para Nezinho seria irrecusável para mim e para você. Mas, nem assim, o deputado tem autoridade para decidir.

Bem... a MALA está cheia – de dinheiro vido – se é que me entende. Ela, sim, tem a força de unir grupos opositores.

Daí vem a pergunta: quanto custa assumir o Governo do Estado por 12 meses?

Eleições 2020: “Depende de nós...”

Comentários

181
Natura
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.