OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 28 de outubro de 2020

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
16/10/2020 às 08:52

Renan está decidindo se é melhor o inimigo próximo ou distante

Pai é pai, biológico ou por adoção. Aliás, dizem que pai é o que cria e cuida. Foi isso que Renan Calheiros fez com Luciano Barbosa. Deu-lhe vida política, mas não se atentou para uma máxima na psiquiatria: ninguém muda ninguém. O máximo, dizem os especialistas, é conseguir influenciar a cria. Talvez seja por essa lógica que Luciano Barbosa deu a volta no seu mentor. Acho que não tem nada por ter sido comunista até os anos 80.

Filosofia à parte, a relação pessoal entre os dois teve sua primeira crise em 30 anos, o que é natural nos relacionamentos, inclusive entre pais e filhos. Mas aí entra uma segunda máxima: a política tolera a traição, mas não perdoa o traidor. É assim que Luciano é visto na família MDB.

Portanto, fica difícil resolver - a tempo - a crise caseira entre “pai e filho”. A experiência de ambos coloca no ar uma única questão: Por que Luciano se rebelou contra Renan?

O cristal que unia os dois foi destruído e agora Renan, com sua sabedoria, terá que decidir se é mais oportuno manter o inimigo próximo (como vice-governador) ou distante (prefeito de Arapiraca)?

Eu tenho uma opinião, mas Renan além de pai e mentor, sabe jogar muito melhor que eu e você. 

Só não espere flores.

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.