OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 20 de junho de 2024

Notícias

19/09/2023 às 16:03

Escola estadual representa Alagoas na Jornada Brasileira de Foguetes, no Rio de Janeiro

Alunos da Escola Estadual Francisco Domingues vêm se destacando em várias olimpíadas de conhecimento. Ascom Seduc Alunos da Escola Estadual Francisco Domingues vêm se destacando em várias olimpíadas de conhecimento. Ascom Seduc

A Escola Estadual Francisco Domingues, de Limoeiro de Anadia, está representando Alagoas e a rede estadual de ensino na 44ª Jornada Brasileira de Foguetes. O evento, que teve início nesta segunda-feira (18) e se estende até quinta (21), acontece no município de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, e reúne as equipes com os melhores desempenhos na edição 2023 da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

A Escola Estadual Francisco Domingues teve 79 medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na MOBFOG, sendo 53 ouros, 14 pratas e 12 bronzes. Destas, 77 foram na Mostra de Foguetes, e duas na OBA. A escola, por sinal, superou seu próprio recorde de premiação: ano passado, foram 29 ouros na MOBFOG; um ano depois, foram conquistadas 50 medalhas a mais.

A equipe é composta pelos estudantes Henrique Antônio Lima, Glória Stefhanie Florêncio e Larissa Gabriele da Silva. Eles viajaram acompanhados do professor Fabrício Silva e do diretor Rafael Vieira. “Trabalhamos durante todo o final de semana nos últimos ajustes do foguete. Tudo isso é possível graças à união e ao engajamento de todos os professores, que se uniram para ajudar os meninos”, destaca o diretor Rafael Vieira.

A unidade de ensino tem se destacado, tanto na OBA como na MOBFOG, desde 2015, e esta não é a primeira vez que representa Alagoas na Jornada de Foguetes. E com a implantação do Projeto Chiquinho Olímpico, a escola fortaleceu seu desempenho em outras olimpíadas de conhecimento, como as de Matemática, Geografia, Cartografia, Física, entre outras.

“É com grande alegria que, mais uma vez, competiremos na Jornada de Foguetes. Sinto-me muito orgulhosa em ter implementado essa olimpíada na escola e de ver resultados tão significativos para a comunidade e para os professores”, afirma a professora de física Micaelly Miranda.

Ana Paula Lins / Ascom Seduc

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.