OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 25 de novembro de 2020

Colunistas

Wadson Regis Wadson Regis
Jornalista profissional, formado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), é editor-geral do AL1.
20/11/2020 às 20:50

Na melhor de 3, Alfredo Gaspar 1 x 0 JHC

JHC tomou uma decisão surpreendente e arriscada ao desistir do debate desta noite, na TV Pajuçara. Sobre a indução dele, de armação, não há a mínima possibilidade, porque se há um grupo sólido neste estado pode anotar, sem medo de errar, que esse é o Pajuçara Sistema de Comunicação. Concordo com ele que Ricardo Mota seria o indicado natural para mediar o debate, mas aí é decisão da empresa, talvez do jornalista.    

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
19/11/2020 às 21:29

Trilogia dos debates vai apontar o mais preparado e com as melhores propostas para Maceió. O vencedor será prefeito

No dia 2 de novembro publiquei aqui que a Estratégia de ataque inviabiliza apoio do 3º colocado no 2º turno. Não deu outra. Nesta quinta-feira Davi Davino Filho confirmou a neutralidade. Os demais, pelo pífio resultado nas urnas, nem precisam se pronunciar.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
18/11/2020 às 07:38

A derrota que calou a vitória. Aconteceu em Marechal

Ganhar ou perder é a única certeza num processo eleitoral. Vitórias inquestionáveis como a de Hugo Wanderley, reeleito com 92,14% em cacimbinhas ou a de Ceci Rocha, eleita com 62,63% dos votos em Atalaia, contra um prefeito no exercício do mandato buscando o quinto êxito nas urnas, são inquestionáveis e eliminam qualquer possibilidade de blábláblá do lado derrotado.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
17/11/2020 às 09:38

Alfredo Gaspar x JHC: Quando não tem o melhor, elege-se o menos ruim

A campanha de Davi Davino Filho foi a melhor em todos os aspectos. O deputado estadual está fora do segundo turno porque não tinha tamanho, mas ganhou o que deveria ter conquistado muito antes: visibilidade (pelo menos isso)  

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
13/11/2020 às 12:26

Qual a surpresa com a compra de votos?

A PF pegou Igor Dmitri de Sena Bitar, diretor de Recursos Humanos da Assembleia Legislativa com dinheiro, cheques e material de campanha de Davi Davino Filho e Davi Davino. Até que prove sua inocência ou que seja confirmada uma ação de compra de votos ele será crucificado e as campanhas dos Davi’s bombardeadas pelos opositores. Faz parte do jogo.

Leia mais »
Postado por Wadson Regis
TCE-extra
Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2020 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.