OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 24 de abril de 2024

Notícias

05/02/2024 às 17:04

Sesau reforça a importância de ações preventivas para evitar o aumento de casos de dengue

Chegada do período de chuvas pode aumentar o número de casos da doença em Alagoas. Carla Cleto e Olival Santos / Ascom Sesau Chegada do período de chuvas pode aumentar o número de casos da doença em Alagoas. Carla Cleto e Olival Santos / Ascom Sesau

Fabiano Di Pace 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reforça à população alagoana a importância de adotar medidas preventivas contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue. Embora os casos da doença tenham diminuído em Alagoas no ano passado, a vigilância constante por parte da população é fundamental para evitar a proliferação do mosquito e o retorno da dengue.

Segundo o supervisor de endemias da Sesau, Paulo Protásio, uma das medidas importantes é evitar a água parada, onde os mosquitos se reproduzem. “Evitar nas residências o acúmulo de garrafas vazias, pneus, vasos de plantas e baldes são providências simples que podem garantir a segurança e bem estar de todos”, destacou.

O supervisor lembrou que os cuidados devem ser redobrados com a chegada do período de chuvas a partir do mês de março. “Apesar de Alagoas ter registrado uma diminuição no número de casos de dengue, onde 4.287 casos foram registrados no ano passado, contra 33.609 em 2022, a população deve reforçar os cuidados para evitar uma epidemia da doença”, explicou Paulo Protásio, ao ressaltar que o Ministério da Saúde (MS) implantou um Centro de Operações de Emergência que vai monitorar casos de dengue em todos os Estados brasileiros, incluindo Alagoas.

Já o secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, lembrou que o combate ao mosquito requer um esforço conjunto de todos. “A gestão estadual de saúde conta com o trabalho constante de monitoramento dos supervisores de endemias nos municípios e precisa do apoio de todos para que o Estado enfrente este desafio. O combate ao mosquito da dengue é um ato de cidadania que deve ser adotado pela população e que necessita da intensificação do trabalho de campo dos agentes de endemias”, enfatizou o gestor.

Características e Sintomas


A dengue é um arbovírus transmitido pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti e possui quatro sorotipos diferentes (DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4). Entre os principais sintomas da doença estão febre alta igual ou superior a 38°C, dor no corpo, nas articulações e atrás dos olhos, além de mal estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

Também podem acontecer erupções e coceiras na pele. A forma grave da doença inclui dor abdominal intensa e contínua, náuseas, vômitos persistentes e sangramento de mucosas. Em casos suspeitos de dengue, o paciente deve procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), gerenciadas pelas Secretarias Municipais de Saúde (SMSs).

Ascom Sesau

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.