OPINIÃO E INFORMAÇÃO Facebook Twitter
Maceió/Al, 27 de maio de 2024

Notícias

02/03/2024 às 17:41

Secretaria da Mulher promove formação para gestoras municipais de políticas públicas de gênero

Formação abriu as atividades da Semudh no Mês da Mulher e terá duração de dois meses e meio. Gabrielle Barros / Ascom Semudh Formação abriu as atividades da Semudh no Mês da Mulher e terá duração de dois meses e meio. Gabrielle Barros / Ascom Semudh

Daniel de Oliveira


A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (SEMUDH) realizou, nesta sexta (1°), a abertura do Curso de Formação para Equidade de Gênero nos Municípios Alagoanos. A trilha formativa, que é realizada em conjunto com o Instituto GENi e o Mapa do Acolhimento, é o pontapé inicial das ações da Semudh no Mês da Mulher.

A formação, que se estenderá até o dia 18 de maio, é uma ação do Fórum Estadual de Organismos de Políticas Públicas para Mulheres. Ela tem como objetivo disseminar o entendimento de como introduzir o gênero como um tema político, sobre noções básicas de justiça social, do debate acerca de orçamento e captação de recursos, além de como utilizar dados e tecnologia para nortear políticas públicas.

Para a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria Silva, a capacitação dos municípios é uma ação de fortalecimento da rede de enfrentamento à violência de gênero.

“A disseminação do conhecimento teórico e dos procedimentos técnicos abordados na trilha formativa são fundamentais para a elaboração, execução e monitoramento das políticas para as mulheres. Capacitando os municípios também podemos assegurar o atendimento e acolhimento de mulheres em todos os seus recortes, sobretudo àquelas em situação de vulnerabilidade”.

O curso foi resultado de várias escutas com os municípios, onde os Organismos de Políticas Públicas para Mulheres (OPMs) puderam expressar suas dificuldades e barreiras no enfrentamento à violência contra a mulher. O conteúdo da formação foi elaborado ao longo de seis meses, a partir do diagnóstico aprofundado das suas realidades.

Além das políticas para a população feminina, a trilha formativa engloba debates mais amplos sobre a equidade de gênero, combate ao racismo e à LGBTfobia e às particularidades da mulher alagoana em toda sua diversidade: indígenas, quilombolas, ciganas, negras, trans, sem-teto, sem-terra, dos campos, das águas, das matas e das florestas.

“A ideia é que a gente consiga capacitar essas gestoras, instrumentalizá-las para que elas consigam ampliar a sua capacidade de implementação de políticas para as mulheres em seus municípios”, destacou a diretora de Formação e Assessoria do Instituto GENi, Ana Luísa Machado.

Visão das gestoras


A secretária da Mulher e da Pessoa com Deficiência de Batalha, Nayara Matias, ressaltou a necessidade de momentos como esse para atender as demandas da população feminina. “É de extrema importância para nós, que estamos atuando na ponta em cada município, conhecermos melhor a tecnicidade jurídica e prática para averiguar melhor as políticas que podemos implementar nas nossas realidades. Cada vez mais capacitadas, conseguimos ser efetivas no atendimento das necessidades das nossas mulheres”.

Já a secretária da Mulher de Senador Rui Palmeira, Maria da Paz, destacou que a formação com gestoras é uma necessidade de longa data e salientou a importância da trilha formativa para fortalecer as redes municipais. “Essa formação é a realização de um sonho. Com essa capacitação, também temos a oportunidade de levar o conhecimento para as nossas equipes, que atuam todos os dias na linha de frente em defesa dos direitos da mulher. Assim, poderemos acolher melhor nossas mulheres”.

Por fim, a secretária da Mulher, Cidadania e Direitos Humanos de Palmeira dos Índios, Flávia Tavares, afirmou que o curso está de acordo com as necessidades principais dos municípios. “A programação dos conteúdos está excelente e atendem, ao meu ver, diretamente às nossas necessidades de atuação. Parabenizo a Semudh por trazer o Instituto GENi e o Mapa do Acolhimento, entidades feitas de mulheres, para realizar esse processo de informação”.



Fórum

Alinhado ao Governo Federal, por meio do Ministério das Mulheres, o Fórum tem a finalidade principal de fortalecer a articulação junto aos municípios. Ele é um mecanismo de diálogo, acompanhamento e reflexão sobre a implementação e integração das políticas públicas voltadas às mulheres com o objetivo de assegurar direitos e combater as desigualdades, discriminações e todas as formas de violência de gênero.





Ascom Semudh

Comentários

Siga o AL1 nas redes sociais Facebook Twitter

(82) 996302401 (Redação) - Comercial: [email protected]

© 2024 Portal AL1 - Todos os direitos reservados.